Domingo, 25 de fevereiro de 2024
informe o texto

Notícias | Cidades

Irmão do prefeito de Cuiabá é alvo de operação contra fake news

06/02/2024 - 09:07 | Atualizada em 06/02/2024 - 16:45

Irmão do prefeito de Cuiabá é alvo de operação contra fake news

Foto: Divulgação/PJC

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), deflagrou, na manhã desta terça-feira (06.02), a Operação Fake News 3, para cumprimento de ordens judiciais referentes a investigações que apuraram crimes de calúnia majorada, perseguição majorada e associação criminosa.

As investigações apuraram condutas reiteradas dos investigados consistente em veiculação de informações, sabidamente falsas, em sites, bem como grupos de aplicativos de mensagens, com o fito de atingir a honra e imagem de autoridades públicas, em verdadeira indústria de desinformação.

Desde o ano de 2021, diversos procedimentos policiais foram instaurados pela DRCI, com envolvimento dos mesmos investigados, notadamente esforçados em desabonar a imagem de agentes públicos e políticos.

Um dos alvos investigados já ostenta condenação pela 10ª Vara Criminal da Capital por crime contra a honra, figurando como vítima um senador da República. Durante as primeiras investigações, ainda em 2021, dois dos investigados foram indiciados por crimes de calúnia e difamação majoradas e associação criminosa.

Um dos investigados nesta terça-feira é  Marco Polo Pinheiro, o Popó, irmão do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro. Os outros dois investigados são os jornalistas Enock Cavalcanti e Alexandre Aprá.

PT RECUSA FILIAR IRMÃO DE NENEU, O POPÓ

Nesta terceira fase da operação, as investigações  iniciaram em setembro de 2023, ensejando diligências investigativas e análises técnicas, com representação por três mandados de busca e apreensão, que foram deferidos pelas Justiça e cumpridos, nesta terça-feira, junto a outras ordens judiciais no contexto da investigação em andamento.
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet