Quinta-feira, 21 de outubro de 2021
informe o texto

Notícias | Brasil

Presidente da Aprosoja é alvo da PF no inquérito que apura atos antidemocráticos

20/08/2021 - 09:11 | Atualizada em 20/08/2021 - 19:43

Jô Navarro

Presidente da Aprosoja é alvo da PF no inquérito que apura atos antidemocráticos

Foto: Reprodução

O alvo da Polícia Federal nesta sexta-feira (20) em Mato Grosso, no inquérito que apura atos antidemocráticos, aberto pela PGR, é o Presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja), Antônio Galvan. Ele é apontado como um dos financiadores do movimento que planeja ocupar Brasília em setembro e depor os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

O mandado foi cumprido em Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá), na residência de Galvan.

A pedido da PGR, o ministro do STF Alexandre de Moraes expediu 13 mandados de busca e apreensão.

Também são alvos da operação o cantor e ex-deputado Sérgio Reis, o deputado federal Otoni de Paula (PSC) e o caminhoneiro conhecido como Zé Trovão.

De acordo com a Polícia Federal, o objetivo da operação é apurar "eventual cometimento do crime de incitar a população, através das redes sociais, a praticar atos violentos e ameaçadores contra a democracia, o Estado de Direito e suas instituições, bem como contra os membros dos Poderes".

Relembre

Presidente da Aprosoja-MT sobre ato pró-Bolsonaro: "não se vê gente até agora para encher um ônibus"

Atualizada para retificação de informação: Antônio Galvan é presidente da Aprosoja Brasil, e não da Aprosoja-MT. A informação foi corrigida às 18h.
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet