Quarta-feira, 24 de abril de 2024
informe o texto

Notícias | Cidades

Organização criminosa em Barra do Garças é alvo de operação do Gaeco

OPERAÇÃO CONTRA - ATAQUE RED

26/03/2024 - 09:27 | Atualizada em 26/03/2024 - 14:56

Redação

Organização criminosa em Barra do Garças é alvo de operação do Gaeco

Foto: Polícia Civil-MT

A unidade do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Barra do Garças, força-tarefa permanente constituída pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar, Polícia Penal e Sistema Socioeducativo Civil, deflagrou nesta terça-feira (26/03/2024) a Operação “Contra-Ataque Red”. Foram expedidos pelo Juízo do Núcleo de Inquéritos Policiais da Capital (NIPO), um total de 24 ordens judiciais (oito mandados de busca e apreensão, oito ordens de quebra de sigilo de dados informáticos e telemáticos, bem como oito medidas cautelar de indisponibilidade de bens). As ordens judiciais estão sendo cumpridas nos municípios de Barra do Garças/MT, Pontal do Araguaia/MT e na cidade de Aragarças/GO.

A operação conta com o apoio das unidades do Gaeco de Cuiabá, Rondonópolis, Cáceres e Sorriso, Polícia Civil e Polícia Militar do Estado de Mato Grosso. Segundo o Gaeco, as investigações apuraram, até o momento, a participação de pelo menos oito pessoas na organização criminosa, inclusive com o envolvimento de adolescente no grupo. As investigações iniciaram a partir na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de (DERF/BG) e Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) Barra do Garças/MT, em investigação de roubos e extorsões ocorridos na cidade de Pontal do Araguaia/MT e em outra relativa a um furto, descortinando a possível atuação de uma organização criminosa em tais práticas delitivas.

Em seguida, a unidade do Gaeco/BG, em parceria com aquela Delegacia especializada, com o avanço das investigações, acabou confirmando uma ramificação da Organização Criminosa denominada Comando Vermelho com foco na prática, dentre outras infrações penais, de crimes patrimoniais. Dando continuidades às apurações, foram tomadas as medidas jurídicas que culminaram com as ordens judiciais de buscas e apreensões e outras medidas expedidas na operação realizada nessa terça-feira (26).

O termo “Contra-Ataque Red”, que se refere ao nome da operação, é em alusão ao contexto que mira desarticular uma ramificação da Organização Criminosa denominada Comando Vermelho com atuação em Barra do Garças/MT, organização esta, especializada em praticar crimes patrimoniais.
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet