Segunda-feira, 22 de abril de 2024
informe o texto

Notícias | Jurídico

Mauro Cid é preso por descumprir medidas cautelares

Segundo nota do STF, Cid tentou obstruir a Justiça e violou cautelares

22/03/2024 - 16:50 | Atualizada em 23/03/2024 - 13:33

Redação

Mauro Cid é preso por descumprir medidas cautelares

Foto: Reprodução

 O tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, foi preso nesta sexta-feira (22) por tumultuar e obstruir a investigação da Polícia Federal.

Ele compareceu ao STF (Supremo Tribunal Federal) hoje para prestar depoimento sobre um áudio no qual fez ataques à Polícia Federal e ao ministro Alexandre de Moraes.

Medidas descumpridas

• Mauro Cid não poderia ter usado as redes sociais, nem conversado com outros investigados.
Áudios divulgados no site da revista Veja na quinta-feira (21) mostram uma conversa de Cid com um interlocutor, onde ele afirma que a PF o pressionou a relatar fatos que não aconteceram e detalhar eventos sobre os quais não tinha conhecimento.

• Cid também diz que foi induzido por policiais a corroborar declarações de testemunhas e a reproduzir informações específicas, sob pena de perder os benefícios do acordo de delação premiada.

Nota

O STF divulgou a seguinte nota sobre a prisão de Mauro Cid:

"Após o término da audiência de confirmação dos termos da colaboração premida, foi cumprido mandado de prisão preventiva expedido pelo Ministro Alexandre de Moraes contra Mauro Cid por descumprimento das medidas cautelares e por obstrução à Justiça. Mauro Cid foi encaminhado ao IML pela PF'.

 

 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet