Domingo, 25 de fevereiro de 2024
informe o texto

Notícias | Brasil

PAINEL COVID-19: MT chega a 11.360 casos e 27 óbitos desde 1º de janeiro

Contaminação pelo coronavírus avança em MT devido à baixa cobertura vacinal

10/02/2024 - 09:07 | Atualizada em 12/02/2024 - 14:20

Da Redação

PAINEL COVID-19: MT chega a 11.360 casos e 27 óbitos desde 1º de janeiro

Foto: Divulgação/Secom-Cuiabá

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES-MT) registrou desde 1º de janeiro até o dia 10/02,  11.360 casos confirmados de covid-19 e 27 óbitos. 

Segundo os dados do Painel Covid-19 atualizados hoje (10-02), 75 pessoas estão internadas atualmente, sendo 26 em UTIs e 29 em enfermaria. A taxa de ocupação de UTIs adulto é de 100%.Há no momento 4.353 casos em monitoramento.

A incidência é de 306,79 casos de contaminação para cada 100 mil habitantes e a mortalidade é de 0,68.

O aumento acelerado de casos levou as secretarias municipais de Saúde e Estado a reforçarem a recomendação de uso de máscara em locais fechados, sobretudos nos estabelecimentos de saúde. A vacinação é fundamental para proteger a vida dos cidadãos e evitar a explosão de casos, que pode comprometer o atendimento nas unidades de saúde já com grande demanda por conta do avanço da dengue no Estado de Mato Grosso.

Nova subvariante 

No inicio do ano o Laboratório Central da Secretaria de Estado de Saúde sequenciou e identificou uma nova subvariante da Covid-19 em Mato Grosso, a JN 2.5, que é uma variação da Ômicron. Esse é o primeiro registro da subvariante no Brasil.

Classificação de risco



DOZE municípios estão com classificação de risco MUITO ALTO. São eles:

Porto dos Gaúchos,
Alto Boa Vista,
União do Sul,
Serra Nova Dourada,
Diamantino,
Cocalinho,
Novo Santo Antônio,
Barra do Bugres,
Tabaporã,
Novo Horizonte do Norte,
Feliz Natal,
Cláudia.

O Painel mostra ainda 46 municípios com classificação de RISCO ALTO.

CONFIRA AQUI 

Outros 60 municípios estão classificados no nível RISCO MODERADO, 12 com RISCO BAIXO e 11 municípios não informaram dados no sistema.

SAIBA MAIS
ALERTA: Cobertura da vacina bivalente está em 8,16% em Mato Grosso​


Importância da vacinação

“Não é necessário criar pânico, mas é preciso sempre estarmos em alerta aos sintomas gripais. Orientamos o uso de máscara em caso de gripe ou resfriado, além de lavar as mãos com sabão e/ou higienizar com álcool 70%. É importante também procurar a unidade de saúde mais próxima para que o médico defina a melhor condução do quadro. É imprescindível também a vacinação contra o coronavírus. Somente a imunização é eficaz na prevenção contra a doença”, ressalta a superintendente de Vigilância em Saúde, Alessandra Moraes.

Covid em Várzea Grande
A secretaria de Saúde de Várzea Grande publicou a Portaria 30/2024 com recomendações de medidas preventivas não farmacológicas. Dentre as medidas rotineiras, como uso de máscaras e evitar aglomerações está a vacinação de acordo com com a idade, grupo prioritário e situação vacinal.



Covid em Cuiabá
o secretário municipal de Saúde, Deiver Alessandro Teixeira, afirmou que é imprescindível que as pessoas estejam atentas aos primeiros sintomas, bem como manter os cuidados básicos individuais para reduzir a transmissão de Covid-19.

A SMS orienta que é preciso manter o esquema vacinal contra a Covid-19 atualizado, lembrando que as vacinas estão disponíveis para os grupos prioritários; utilizar máscaras nos serviços de saúde, ambientes fechados e espaços com aglomerações de pessoas; evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais e sintomas da doença, entre outros.

Além dos testes rápidos, a SMS também fornecerá testes tipo RT-PCR, de eficácia maior, mas com prazo de apresentação de resultado em 72 horas. Na atual dinâmica de testagem com RT-PCR, o paciente deve procurar uma Unidade Básica de Saúde, onde passará por avaliação médica e, posteriormente, o médico agendará a testagem com RT-PCR, se entender que os sintomas são compatíveis com a doença. Após a realização do teste, o paciente é orientado a ficar em casa, de quarentena, enquanto aguarda o resultado. O paciente recebe atestado médico e aguarda o resultado, que sai em até 72 horas. Em caso de resultado positivo para casos leves, servidores da unidade de saúde entram em contato com o paciente, que passa a ser monitorado pela equipe.

 
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet