Terça-feira, 20 de fevereiro de 2024
informe o texto

Notícias | Geral

Mato Grosso já tem quase 7 mil casos de covid-19 em 2024 e 100% de ocupação de UTIs

Saúde recomenda uso de máscara, higienização das mãos e vacinação

05/02/2024 - 08:55 | Atualizada em 05/02/2024 - 18:02

Redação

Mato Grosso já tem quase 7 mil casos de covid-19 em 2024 e 100% de ocupação de UTIs

Foto: Divulgação/Painel Covid

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES-MT) registrou no mês desede 1º de janeiro 6.771 casos confirmados de covid-19. DEZOITO pessoas morreram. 

Segundo os dados do Painel Covid-19 atualizados hoje (05-02), 65 pessoas estão internadas atualmente, sendo 24 em UTIs e 25 em enfermaria. A taxa de ocupação de UTIs é de 100%.

O aumento acelerado de casos levou as secretarias municipais de Saúde e Estado a reforçarem a recomendação de uso de máscara em locais fechados, sobretudos nos estabelecimentos de saúde, além da higienização das mãos com álcool em gel..

Nova subvariante 

No inicio do ano o Laboratório Central da Secretaria de Estado de Saúde sequenciou e identificou uma nova subvariante da Covid-19 em Mato Grosso, a JN 2.5, que é uma variação da Ômicron. Esse é o primeiro registro da subvariante no Brasil.

Classificação de risco

Seis municípios estão com classificação de risco MUITO ALTO. São eles:
Araguainha, 
União do Sul,
Porto dos Gaúchos,
Serra Nova Dourada,
Luciara, 
Alto Boa Vista

O Painel mostra ainda 30 municípios com classificação de RISCO ALTO. São eles:

Matupá,
Paranaíta,
Cocalinho,
Poconé,
Diamantino,
Barra do Bugres,
Nova Santa Helena.
Tabaporã,
São Félix do Araguaia,
Apiacás,
Porto Estrela,
Paranaíta,
Tangará da Serra,
Canabrava do Norte,
Água Boa,
Nobres,
Nortelândia,
Indiavaí,
Lucas do Rio Verde,
Nova Guarita,
Sinop,
Novo Horizonte do Norte,
Cláudia,
Acorizal,
Nova Xavantina,
Conquista d'Oeste,
Nossa Senhora do Livramento,
Araputanga,
Cáceres,
Dom Aquino,
Nova Monte Verde,
Novo Santo Antonio,
Itaúba,
Juara,
Peixoto de Azevedo.

Outros 64 municípios estão classificados no nível RISCO MODERADO, 15 com RISCO BAIXO e 26 municípios não informaram dados no sistema.



Importância da vacinação

 A vacinação é fundamental para proteger a vida dos cidadãos e evitar a explosão de casos, que pode comprometer o atendimento nas unidades de saúde já com grande demanda por conta do avanço da dengue no Estado de Mato Grosso.

LEIA TAMBÉM
Boletim Infogripe confirma avanço da covid-19 em Mato Grosso e estados do Nordeste


“Não é necessário criar pânico, mas é preciso sempre estarmos em alerta aos sintomas gripais. Orientamos o uso de máscara em caso de gripe ou resfriado, além de lavar as mãos com sabão e/ou higienizar com álcool 70%. É importante também procurar a unidade de saúde mais próxima para que o médico defina a melhor condução do quadro. É imprescindível também a vacinação contra o coronavírus. Somente a imunização é eficaz na prevenção contra a doença”, ressalta a superintendente de Vigilância em Saúde, Alessandra Moraes.
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet