Terça-feira, 17 de maio de 2022
informe o texto

Notícias | Geral

Conta de luz sobe mais que o dobro da inflação no mercado cativo

ECONOMIA

22/01/2022 - 11:46

Redação

Conta de luz sobe mais que o dobro da inflação no mercado cativo

Foto: Reprodução

Segundo um levantamento feito pela Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), nos últimos 7 anos, a conta de luz dos brasileiros teve ajustes de tarifas muito acima da inflação no período. Entre 2015 e 2021, a energia elétrica residencial teve um aumento médio anual de 16,3%, enquanto o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) teve uma variação de 6,7% ao ano, um aumento que representa cerca de 237% da inflação.

Em 2021, o IPCA teve uma variação de 10,06% enquanto a tarifa de energia elétrica aumentou 21,21%, representando um impacto de 0,98 pontos percentuais na inflação do ano.

No bolso dos brasileiros, isso significou 10,65% da variação do IPCA. Contudo, os usuários do mercado livre, onde os clientes podem negociar contratos livremente com as empresas de energia, como comercializadoras, os preços oscilaram 25% abaixo da inflação no período. Esse serviço está disponível apenas para clientes que consomem acima de 1.000 kW, o que representa 34% de toda a energia elétrica consumida no Brasil.

“Esse levantamento mostra como o consumidor cativo teve seus custos aumentados nos últimos anos e como a abertura do mercado livre a todos os consumidores poderia impactar de forma positiva a economia. A expectativa para os próximos anos não é diferente, pois ainda temos custos de 2021 que não foram repassados para as tarifas e provavelmente teremos outro aumento acima da inflação em 2022. Quando esse novo empréstimo ao setor elétrico começar a ser pago, impactará ainda mais as tarifas, o que significa que ainda vamos pagar por esse custo nos próximos anos”, avaliou Alexandre Lopes, vice-presidente de energia da Abraceel.

 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet