Terça-feira, 21 de setembro de 2021
informe o texto

Notícias | Jurídico

Ministro Alexandre de Moraes nega prisão domiciliar para Roberto Jefferson, que continua preso em Bangu 8

EX-MENSALEIRO

31/08/2021 - 16:03 | Atualizada em 02/09/2021 - 18:30

Ministro Alexandre de Moraes nega prisão domiciliar para Roberto Jefferson, que continua preso em Bangu 8

Foto: Reprodução

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta terça-feira (31/08), negou prisão domiciliar ao presidente nacional do PT, Roberto Jefferson, preso há 18 dias no presídio de Bangu 8, no Rio de Janeiro.

Segundo o ministro do STF, a prisão preventiva de Jefferson é necessária e fundamental para garantir a ordem pública.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) ofereceu denúncia contra o “Rambo” brasileiro de incitação de crimes contra a vida e homofobia. Nessa denúncia, a PGR pediu a prisão domiciliar de Jefferson, que foi negada.

Para Alexandre de Moraes, a defesa não provou que o presidente do PTB tenha problemas de saúde. Aliás, sustentou o ministro, Roberto Jefferson apareceu em vídeos armado e atacando autoridades e poderes da República.

“Não há quaisquer provas conclusivas sobre a condição de saúde do custodiado, que até a data da prisão exercia plenamente a presidência de partido político, realizando atividade política intensa — sem respeitar qualquer isolamento social —, inclusive com diversas visitas em gabinetes em Brasília, distante de sua residência no interior do estado do Rio de Janeiro; a demonstrar sua aptidão física para viagens de longa distância”, decidiu o magistrado.

Ao negar o pedido, o ministro Alexandre de Moraes cita carta divulgada por Jefferson em que ele afirma que “não aceitará cumprir prisão domiciliar com tornozeleira”, se eventualmente o benefício lhe for concedido.

Roberto Jefferson é um dos principais aliados do presidente Jair Bolsonaro, no entanto, até agora, o mandatário não foi visitar o presidente do PTB no presídio fluminense.

 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet