Quarta-Feira, 20 de Setembro de 2017

Judiciário
Quarta-Feira, 06 de Setembro de 2017, 19h:19

PALOCCI ENTREGA LULA

Palocci diz a Moro que havia um pacto de sangue entre a Odebrecht e PT

Redação

 O ex-ministro dos governos Lula e Dilma Antonio Palocci prestou depoimento nesta quarta-feira (6) ao juiz Sérgio moro no inquérito que apura o pagamento de R$ 12 milhões de propina da Odebrecht para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na forma de um apartamento e na compra de um imóvel onde seria a nova sede do Instituto Lula.

Palocci também foi questionado sobre outros assuntos e respondeu a todas as perguntas.

Ele disse que Lula tinha um "pacto de sangue" com Emilio Odebrecht que envolvia um sítio, um prédio de um museu, a ser pago pela empresa, palestras pagas a R$ 200 mil, fora impostos, e uma reserva de R$ 300 milhões em propina, que Lula sabia que se tratava de dinheiro sujo.

Afirmou que as propinas foram pagas pela Odebrecht para agentes públicos "em forma de doação de campanha, em forma de benefícios pessoais, de caixa um, caixa dois".

Disse ainda que foram pagos R$ 4 milhões da Odebrecht para o Instituto Lula.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO