Quinta-Feira, 23 de Maio de 2019

Municipal
Domingo, 12 de Maio de 2019, 08h:44

UM PREFEITO FAKE NEWS

10 motivos pelos quais o prefeito Emanuel Pinheiro não deve ser reeleito em 2020

Cícero Henrique

Reprodução/Internet

Médicos, marqueteiros, administradores, pesquisadores, deputados, jornalistas, vereadores, garis e professores listaram os dez motivos pelos quais o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), tende a não ser reeleito em 2020. No fundo, são dez motivos para os eleitores “mudarem” seu voto daqui a um ano e quatro meses e optarem pela modernidade.

1 — Vídeo do paletó — Até secretários de boa vontade admitem que se sentem incomodados quando são questionados sobre o recebimento da propina por parte do prefeito. 

2 — Administra por métodos tradicionais — Emanuel Pinheiro não se preocupa com uma máquina administrativa moderna. Pelo contrário, seus principais comissionados são indicados por políticos e nada entendem de assuntos da máquina pública.

3 — Não se preocupa com saúde e educação. As duas áreas são lembradas por Emanuel Pinheiro quando geram problemas. Mas ele não coloca em prática o discurso de saúde humanizada. A pasta da Saúde virou cabide de emprego e máquina de política. A falta de medicamentos e  insumos é crônica. Quase diariamente há denúncias envolvendo a Saúde. A operação Sangria prendeu o ex-secretário de Saúde Huark Douglas, que confessou que pagava propina para beneficiar suas empresas em licitações. Nos postos de saúde faltam médicos (como pediatras), insumos e medicamentos. É um verdadeiro caos.

4 — É mero 'maquiador' — Emanuel Pinheiro só se preocupa em maquiar a cidade. Não há uma obra moderna em Cuiabá que leve sua marca.

5 — Não permite a renovação política — Jovens, para Emanuel Pinheiro, só são úteis para servir, mas não para serem apoiados politicamente. A grande maioria só servem para serem 'puxa-sacos' e 'lambes-sacos'.

6 — Numa das campanhas, Emanuel Pinheiro disse que iria resolver os problemas do transporte coletivo. Até agora o prefeito nada fez para melhorá-lo. O edital de licitação do transporte coletivo está atrasado e quem ganha com isso é quem explora o serviço atualmente.

7 — Segurança pública — Prefeitos de cidades médias e até pequenas contribuem para melhorar a segurança pública, criando bancos de horas e até fornecendo comida para presídios. Em Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro não move uma palha para melhorar a segurança pública. Pelo contrário, nem aceita discutir o assunto, sugerindo que o Estado é responsável exclusivo pela área.

8 — Não respeita o Legislativo. Emanuel Pinheiro praticamente transformou o Legislativo numa espécie de secretaria. O prefeito, se pudesse, governaria sem a Câmara. 

9 — Funcionalismo público — Emanuel Pinheiro nunca teve de fato apreço pelo funcionalismo público. Por isso não se preocupa com programas de qualificação e planos de carreira que sejam verdadeiramente decentes. Por isso não realiza concursos públicos. Para ele, o funcionalismo é massa de manobra política.

10 — Segundo os vereadores de oposição, o prefeito é 'mentiroso'.  É conhecido pela 'falta de palavra' e ainda usa a máquina pública em beneficio próprio, como a reforma de sua residência que sequer tem alvará. Além disso, os servidores queixam-se continuamente da ingerência da primeira-dama e até do irmão do prefeito na Comunicação e na Saúde.

 

2 COMENTÁRIOS:

Além de nao pagar salarios aos medicos de empresas terceirizadas. Promete,promete, promete mas não cumpre. Só apaga incêndio quando cai na boca da mídia.
enviado por: Ju pinheiro em 12/05/2019 às 23:09:37
0
 
0
responder
Só li verdades.
enviado por: Roberto Alves Corrêa em 12/05/2019 às 10:58:54
0
 
0
responder

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO