Quarta-Feira, 21 de Agosto de 2019

Brasil

Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 11h:24

TERRORISMO NO BRASIL

Líder terrorista confirma que planeja matar o presidente Bolsonaro, família e ministros

"A finalidade máxima seriam disparos contra Bolsonaro ou sua família, seus filhos, sua esposa", disse o terrorista, que mora em Brasília.

Da Redação

Alan Santos/Presidência

A revista Veja publicou hoje (19-07) entrevista com líder de grupo internacional que planeja matar o presidente Jair Bolsonaro, sua família, o ministro Rogério Salles (Meio Ambiente) e a ministra dos Damares Alves ( Direitos Humanos). Segundo a revista, o grupo já praticou pelo menos três atentados a bomba em Brasília.

"Anhangá", um dos líderes da Sociedade Secreta Silvestre (SSS), afirmou que a ideia é verdadeira e começou a ser colocada em prática durante a cerimônia de posse do Presidente da República.

Entrevistado através da deep web, chat clandestino da internet impossível de rastreá-lo, Anhangá se apresenta como braço do Brasil do Individualistas que Tendem ao Selvagem (ITS), uma organização internacional que se diz ecoextremista a qual é investigada por promover ataques a políticos e empresários em vários países. "A finalidade máxima seriam disparos contra Bolsonaro ou sua família, seus filhos, sua esposa", disse o terrorista, que mora em Brasília.

De acordo com ele, o motivo do possível ataque é o fato de Bolsonaro e sua administração terem declarado guerra ao meio ambiente. Para Anhangá, o presidente é "um estúpido populista" e há falhas em seu esquema de segurança, o que facilitaria o crime.

Sobre Damares Alves, disse que a motivação se deve "pelo símbolo que ela se tornou, a cristã branca evangelizadora que prega o progresso e condena toda a ancestralidade".

"Salles é um cínico, e não descansará em paz, quando menos esperar, mesmo que saia do ministério que ocupa, a vez dele chegará. Aquele sujeito já chegou a adulterar documentos para beneficiar mineradoras. Tudo o que faz e declara é antagônico ao cargo que ocupa. É um lobo cuidando de um galinheiro", continuou.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO