informe o texto

Notícias | Cidades

Produtor rural, coronel e pistoleiro são indiciados pelo assassinato do advogado Roberto Zampieri

09/07/2024 - 10:33 | Atualizada em 09/07/2024 - 19:37

Cícero Henrique

Produtor rural, coronel e pistoleiro são indiciados pelo assassinato do advogado Roberto Zampieri

Foto: Reprodução

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou nesta terça-feira (9) a conclusão do inquérito policial do assassinat0 do advogado Roberto Zampieri, 56 anos, ocorrido no dia 5 de dezembro de 2023. 

De acordo a DHPP, os mandantes do crime são o produtor rural Aníbal Manoel Laurindo e o coronel do Exército Etevaldo Caçadini. No entanto, as provas foram insuficientes para indiciar a esposa de Aníbal, Elenice Ballaroti Laurindo.

Saiba quem é o coronel Caçadini, preso pela DHPP em Belo Horizonte

“Os elementos de prova restaram insuficientes para o indiciamento de Elenice Ballaroti Laurindo, motivo pelo qual a autoridade policial não indiciou a investigada”.

Indiciados por homicídio duplamente qualificado:
  • Aníbal Manoel Laurindo,
  • o coronel do Exército Brasileiro Etevaldo Luiz Caçadini de Vargas,
  • Hedilerson Fialho Martins Barbosa,
  • Antônio Gomes da Silva (executor). 

O produtor rural chegou a se preso, mas foi solto depois de prestar depoimento com determinação de medidas cautelares. 

Roberto Zampieri foi assassinado na noite do dia 5 de dezembro, na frente de seu escritório localizado no bairro Bosque da Saúde, na capital. A vítima estava dentro de uma picape Fiat Toro, quando foi atingida pelo executor, que fez diversos disparos de arma de fogo.
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet