informe o texto

Notícias | Cidades

Polícia Civil desarticula organização criminosa envolvida em sequestros, homicídios e tráfico em Colniza

OPERAÇÃO TERMINUS

06/07/2024 - 11:38 | Atualizada em 07/07/2024 - 10:56

Redação

Polícia Civil desarticula organização criminosa envolvida em sequestros, homicídios e tráfico em Colniza

Foto: Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Colniza, deflagrou, na sexta-feira (05.07), a Operação Terminus para cumprimento de 16 ordens judiciais, entre mandados de prisão, internação e busca e apreensão  contra integrantes de uma organização criminosa envolvida com crimes de sequestro, homicídios e tráfico de drogas no município e região. 

A operação integra os trabalhos da Operação Erga Omnes, desencadeada pela Diretoria da Polícia Civil para combate à atuação de organizações criminosas em todo Estado de Mato Grosso. 



Ao todo, foram cumpridos seis mandados de prisão, dois de internação de menores e oito de busca e apreensão domiciliar. Os investigados respondem por crimes de sequestro, homicídio, tráfico de drogas e integrar associação criminosa. 

As investigações coordenadas pelo delegado, Lucas Pereira Santos, apontam que o grupo está envolvido em, pelo menos, quatro homicídios na região, entre eles das vítimas Edivan de Souza Dutra, de 35 anos e de Élica Lopes dos Santos, 28 anos, ocorrido no dia 21 de junho. 

Segundo  apurado, as vítimas tiveram a morte decretada por uma organização criminosa por estarem atuando com a venda de drogas, sem a autorização da facção. As vítimas vendiam entorpecentes, ocultamente e por conta própria, sendo denominadas pela facção como “cabriteiros”. A “cabritagem” além de trazer prejuízos financeiros à organização criminosa é vista como uma falta de respeito, que deve ser punida. 

No dia dos fatos, as vítimas estavam em uma festa, quando foram sequestradas e levadas para uma residência na região central de Colniza, onde ocorreu o julgamento do Tribunal do crime, que determinou a sentença de morte. 

Nas investigações, foram identificadas 10 pessoas envolvidas no crime, entre elas, sete adultos e três menores de idade, sendo representado pelos mandados de prisão, internação e busca e apreensão contra todos os envolvidos. Dois dos investigados foram a óbito no dia 26 de junho, durante fuga após praticarem um roubo a mão armada no município de Aripuanã. 

Além da prisão e apreensão de todos os envolvidos, a ação resultou na apreensão de grande quantidade de entorpecentes e apetrechos relacionados à atividade de tráfico de drogas.


 
 
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet