informe o texto

Notícias | Cidades

Três procurados por estupro e estupro de vulnerável são presos em Comodoro

Um dos presos é um idoso que estuprou a própria neta de 8 anos

24/05/2024 - 08:49 | Atualizada em 24/05/2024 - 09:32

Redação

Nesta quinta-feira (23/05), a equipe da Delegacia da Polícia Civil de Comodoro prendeu três indivíduos procurados pelos crimes de estupro e estupro de vulnerável.

Prisões Realizadas

Primeiro Mandado de Prisão O primeiro a ser detido foi um homem de 47 anos, com prisão decretada pela 1ª Vara Criminal de Comodoro. Ele foi localizado no Loteamento Cidade Verde e conduzido à delegacia, onde aguardará a audiência de custódia.

Segundo Mandado de Prisão Em seguida, a equipe policial se dirigiu à área rural de Comodoro para cumprir um segundo mandado de prisão, expedido pela 2ª Vara Criminal de Cáceres por estupro de vulnerável. O acusado, um homem de 22 anos, foi encontrado no alojamento de uma fazenda próxima ao Rio Guaporé, a 130 quilômetros de Comodoro.

Terceiro Mandado de Prisão Mais tarde, a polícia cumpriu um terceiro mandado de prisão contra um idoso de 66 anos, condenado por estupro de vulnerável. O crime ocorreu em 2014, tendo como vítima uma criança de apenas oito anos. Com a condenação já transitada em julgado, o idoso se apresentou na Delegacia de Comodoro, após a expedição do mandado de prisão pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Comodoro. Ele foi posteriormente encaminhado para a Cadeia Pública de Comodoro para cumprir a pena em regime fechado.

Esforços Contínuos da Polícia

A Delegacia de Comodoro tem intensificado os esforços para combater crimes sexuais. Apenas neste mês, já foram cumpridos cinco mandados de prisão relacionados a esses crimes, três deles por estupro de vulnerável.

O delegado Ricardo Sarto ressaltou a importância dessas ações: “Essas prisões são parte de um esforço contínuo para trazer justiça às vítimas e fortalecer a sensação de segurança na comunidade. A Polícia Civil continua trabalhando diligentemente para investigar e prender aqueles acusados de crimes graves”.

Essas prisões representam um passo significativo na luta contra crimes sexuais, refletindo o compromisso da Polícia Civil de Comodoro em proteger os mais vulneráveis e assegurar a justiça.
 
SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Instagram: @caldeiraopolitico
Threads: @caldeiraopolitico
Facebook: @sitecaldeiraopolitico
X: @caldpolitico
Bsky: @caldeiraopolitico.bsky.social
 
 
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet