informe o texto

Notícias | Malagueta

GOVERNO LULA SE APROXIMA DE EVANGÉLICOS COM CANTORES E MENSAGENS GOSPEL

GOVERNO LULA

28/12/2023 - 11:48 | Atualizada em 28/12/2023 - 12:00

Redação

GOVERNO LULA SE APROXIMA DE EVANGÉLICOS COM CANTORES E MENSAGENS GOSPEL

Foto: Divulgação

Entre os dias 11 e 17 de dezembro, o governo federal gastou R$ 473.426 para impulsionar 107 anúncios das contas @governodobrasil no Facebook e no Instagram, de acordo com relatório da Biblioteca de Anúncios da Meta. A maior parte desse conteúdo está relacionada com o Novo PAC e com a campanha “O Brasil é um só povo”, lançada pouco antes – o primeiro anúncio com essa hashtag aparece na Meta no dia 10.

A campanha do “um só povo” é uma das ferramentas com as quais o governo pretende se aproximar do público evangélico. Nos vídeos, há pelo menos três momentos que parecem ter sido pensados com esse objetivo.

Na peça publicitária do Novo PAC, que parece ambientada em uma pequena cidade do interior, uma mulher diz “Graça alcançada, Senhor!” quando recebe a notícia de que o pai de sua neta conseguiu um emprego – “registrado e tudo” – em uma obra do governo federal.

No clipe do jingle “O Brasil é um só povo”, o pastor e cantor Kleber Lucas aparece como um dos intérpretes, ao lado de Manno Góes, Lellê, Sandra de Sá e de Jorge Vercillo (que não canta, apenas narra um trecho da mensagem do governo).

No vídeo sobre o Bolsa Família, duas mulheres que não se dão bem se encontram no mercado. Uma compra um produto que o filho da outra queria, mas não tinha dinheiro para comprar..

 Fica tranquila. Meu benefício caiu hoje na conta — diz a que comprou, e mostra o cartão do Bolsa Família.

— Glória a Deus! — responde a outra, a inimizade dissolvida em sorrisos. — Olha, quando o meu cair, eu acerto contigo, tá?

“Graça alcançada” é uma expressão que remete tanto a católicos como a evangélicos, mas que reflete uma preocupação em tocar o coração da religiosidade popular dificilmente vista na publicidade governamental. Já o “Glória a Deus” é bordão inequívoco dos crentes.

Dá para entender o objetivo da campanha. De acordo com pesquisa Ipec realizada na primeira semana de dezembro, é no público evangélico que Lula tem um de seus maiores índices de rejeição (35% de ruim ou péssimo, contra 30% na média geral). 

 

 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet