Quarta-feira, 24 de abril de 2024
informe o texto

Notícias | Legislativo

Júlio Campos apoia comerciantes pela suspensão de obras do BRT na Couto Magalhães

01/09/2023 - 10:29 | Atualizada em 01/09/2023 - 16:33

Redação

Júlio Campos apoia comerciantes pela suspensão de obras do BRT na Couto Magalhães

Foto: Edson Rodrigues/Assessoria

Em uma reunião no escritório do senador Jayme Campos (União Brasil), em Várzea Grande, comerciantes e representantes políticos debateram o licenciamento das obras do Ônibus de Trânsito Rápido (BRT) na Avenida Couto Magalhães.

Durante o encontro, o deputado estadual Júlio Campos (União Brasil) ressaltou a importância da atuação da Assembleia Legislativa em prol do município. Segundo o prefeito Kalil Baracat, a obra não será licenciada enquanto não houver um debate maior sobre os impactos do projeto.

“A Assembleia Legislativa, por meio da Bancada de Várzea Grande, com os deputados Júlio Campos, Eduardo Botelho e Fábio Tardim, pode ter uma força muito grande junto ao governo do Estado para que se resolva em definitivo o projeto do BRT aqui de Várzea Grande, já que o trecho de Cuiabá ainda está paralisado. O comerciante da região da Couto Magalhães não quer que a obra cause transtornos e prejudique o fluxo da avenida não só do ponto de vista comercial, mas também do ponto de vista da infraestrutura das redes de energia, telefonia e internet”, afirmou o deputado Júlio Campos.

A reivindicação defendida pelos comerciantes é que as obras do BRT não passem pela via, voltando ao traçado antigo projetado para o modal.  A nova rota recém apresentada é vista com ressalvas pois pode prejudicar todo o setor, como aconteceu na Avenida da FEB, quando as obras do antigo Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) começaram há dez anos. A mudança na rota foi divulgada no início de 2023, pelo governo do Estado.

“Esse é um problema que assusta muito a gente. Sabemos que a batalha não está vencida, mas fomos ouvidos pelos deputados e o senador”, afirmou João Kaiser, empresário em Várzea Grande.

“Falamos com o secretário da Casa Civil, Fábio Garcia e com o prefeito Kalil Baracat. Podemos assegurar que a obra não irá prosseguir enquanto todas as dúvidas não forem sanadas”, afirmou o Senador Jayme Campos durante a reunião. 

Também estiveram presentes o deputado federal Coronel Assis, os vereadores Rogerinho da Dacar, Rose Prado e o presidente da Câmara Municipal Pedrinho Tolares. 
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet