informe o texto

Notícias | Executivo

Transição segue o fio do dinheiro para apurar ligação entre a Secom e o Gabinete do Ódio, diz deputado

17/11/2022 - 15:17 | Atualizada em 17/11/2022 - 15:37

Redação

Transição segue o fio do dinheiro para apurar ligação entre a Secom e o Gabinete do Ódio, diz deputado

Foto: TV Câmara

"Primeira descoberta nossa aqui na transição: quem paga a bandeira dos “patriotas” somos nós! Foram 4,7 milhões de reais, pagos com dinheiros dos seus impostos para a farra do 7 de setembro. Uma loja no Brás abocanhou a maior fatia desses milhões para distribuir bandeiras", denunciou no Twitter o deputado federal André Janones (Avante-MG).

Janones acrescentou que a Secom comprou com dinheiro público 15 mil bandeiras para carros, distribuídas para bolsonaristas no "ato" do último Sete de Setembro.

"Estamos levantando todos os seus crimes para que o presidente Lula possa decretar o revogaço na comunicação e expô-lo pro mundo! Esse bandido irá pra cadeia! Escrevam isso!", disse o deputado.

Segundo o deputado, a equipe de transição realiza um pente-fino para tentar rastrear supostas ligações entre a Secretaria de Comunicação (Secom) do governo e a milícia digital conhecida como "gabinete do ódio". 

A intenção é identificar possíveis pagamentos para veículos responsáveis pela propagação de fake news e ataques à democracia.

Segundo Janones, ontem a equipe teve acesso a uma série de dados e contratos "extremamente suspeitos". "A ideia é seguir o fio desse dinheiro para tentar chegar aos verdadeiros financiadores dos gabinetes", disse.

A Secom não se manifestou sobre o assunto.
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet