Terça-feira, 28 de junho de 2022
informe o texto

Notícias | Executivo

Hospital São Benedito: incêndio revela descaso e imprudência

Fiscalização da Câmara de Vereadores constatou ausência de alvará e falta de rampa

17/05/2022 - 09:28 | Atualizada em 18/05/2022 - 08:52

Cícero Henrique

Hospital São Benedito: incêndio revela descaso e imprudência

Foto: Davi Valle/Secom Cuiabá

Gerido pela Empresa Cuiabana de Saúde, o hospital municipal São Benedito, em Cuiabá, funciona há 7 anos sem alvará de segurança contra incêndio dos Bombeiros. O fato veio à tona depois do incêndio no último domingo (15).

A Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Cuiabá realizou, ontem (16), vistoria na unidade. e constatou que o alvará de segurança do CB não está vigente. “Inclusive, com deficiências de autorização dos Bombeiros para estar funcionando. Tem deficiências nas tratativas com os Bombeiros”, disse o vereador Demilson Nogueira (PP).

A Comissão constatou a falta de rampa entre o 3º e o 5º andar para remoção dos pacientes em emergências. Os pacientes que estavam na UTI foram removidos pela escadaria, em macas e cadeiras de rodas carregadas pelos socorristas, já que a norma durante incêndio proíbe o uso dos elevadores.



“Rampa de acesso em hospitais verticais é algo indispensável em caso de emergência. Então a gente vai pedir aos bombeiros: se tem alvará, por que foi dado? E se não tem, por que estava funcionando um hospital sem alvará dos bombeiros?”, questionou o vereador Diego Guimarães (Republicanos).

 “Quanto ao alvará de segurança contra incêndios, a Empresa Cuiabana de Saúde Pública esclarece que vem trabalhando na resolução dos apontamentos elencados em vistoria pela equipe do Corpo de Bombeiros”, alegou a empresa gestora.

Incêndio
Segundo informado pela Prefeitura de Cuiabá, "o início de incêndio registrado na noite deste domingo (15) no Hospital São Benedito aconteceu no ar condicionado de uma enfermaria localizada no segundo andar do hospital". Ambulâncias do SAMU, hospitais e de empresas privadas foram acionadas para transferir 80 pacientes para os hospitais Santa Casa, Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) e o antigo Pronto-Socorro da Capital, informou a Secom/Cuiabá. Não houve vítimas fatais. O fogo foi contido rapidamente, mas a fumaça se espalhou para os outros pavimentos do hospital. 

O Ministério Público Estadual (MPE) instaurou procedimento administrativo para acompanhar os desdobramentos do incidente. 

 
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet