Segunda-feira, 27 de junho de 2022
informe o texto

Notícias | Malagueta

SENADORES DE MATO GROSSO AINDA NÃO ASSINARAM PEC QUE PÕE FIM À REELEIÇÃO NO EXECUTIVO

A PARTIR DE 2024

13/05/2022 - 15:56 | Atualizada em 14/05/2022 - 08:33

Redação

SENADORES DE MATO GROSSO AINDA NÃO ASSINARAM PEC QUE PÕE FIM À REELEIÇÃO NO EXECUTIVO

Foto: Reprodução

O senador Jorge Kajuru (Podemos) conseguiu os 29 votos, dois a mais do que mínimo necessário, para colocar em pauta a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que pode colocar fim à reeleição no Executivo. Em abril, ele tinha 16 votos favoráveis à mudança na legislação. Faltavam 11, número que foi alcançado nesta sexta-feira, 13. O objetivo do paramentar é que o país passe a ter mandatos únicos, de cinco anos consecutivos, ao invés da possibilidade de dois mandatos de quatro anos cada. A alteração alcança os cargos de prefeito, governador e presidente.

O congressista afirma que teria potencial para alcançar entre 40 e 45 assinaturas, número que representaria cerca de metade do quantitativo total de senadores brasileiros, 81, mas ele preferiu antecipar o protocolo da PEC, cujo número é 12/2022. O registro foi feito na quinta-feira, 12. Segundo ele, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), se comprometeu a colocar a PEC em pauta assim que ele conseguisse o número de votos necessários.

Assinaram a proposta de Kajuru, apoiada por Girão, além dos próprios, Luiz Carlos do Carmo (PSC-GO), Simone Tebet (MDB-MS), Reguffe (UB-DF), Mailza Gomes (PP), Leila Barros (PDT-DF), Tasso Jereissati (PSDB), Rodrigues (Rede), Lucas Barreto (PSD), Angelo Coronel (PSD), Marcos do Val (Podemos-ES), Izalci Lucas (PSDB), Álvaro Dias (Podemos-PR), Flávio Arns (Podemos-PR), Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), Romário (PL-RJ), Styvenson Valentim (Podemos-RN), Acir Gurgacz (PDT-RO), Confúcio Moura (MDB-RO), Paulo Paim (PT-RS), Esperidião Amin (PP-SC), Jorginho Mello (PL-SC), Mara Gabrilli (PSDB-SP), Plínio Valério (PSDB-AM), Fabiano Contarato (PT-ES), Carlos Portinho (PL-RJ), Zequinha Marinho (PL-PA), Marcelo Castro (MDB-PI) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Os senadores de Mato Grosso, Carlos Fávaro(PSD), Wellington Fagundes(PL) e Fábio Garcia(União Brasil), ainda não assinaram a proposta de Emenda à Constituição (PEC).
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet