Terça-feira, 16 de agosto de 2022
informe o texto

Notícias | Legislativo

Julio Campos: “O rumo da economia de MT passa pelo Legislativo. Quero trabalhar lá com esse foco”

06/05/2022 - 08:52 | Atualizada em 10/05/2022 - 08:12

Cícero Henrique

Julio Campos: “O rumo da economia de MT passa pelo Legislativo. Quero trabalhar lá com esse foco”

Foto: Cicero Henrique/Caldeirão Político

Figura conhecida na política de Mato Grosso, o ex-governador Julio Campos (União Brasil), confirmou o entusiasmo para a candidatura a deputado estadual nas eleições de 2022. 

Inflação em alta, perdas no PIB, ameaças de furo no teto de gastos, ICMS de combustíveis, são temas que nunca estiveram tão presentes no cotidiano do brasileiro. Faltando cinco meses para as eleições, não há dúvida que estes temas pautarão as campanhas eleitorais.

Em entrevista para o Caldeirão Político (CP), Julio Campos disse apostar nisso. Seu currículo e know-how compõem sua plataforma de campanha.

CP - O eleitorado mato-grossense tem a percepção que sua candidatura ao Legislativo tem relação com seu conhecimento da economia estadual e nacional– em razão da sua história e currículo. O setor econômico é um dos mais fragilizados. O senhor, ocupando a vaga de deputado estadual, poderia de fato contribuir para a economia?

Julio Campos - Não há dúvida. Se olharmos o que precisa ser feito para o Mato Grosso voltar a crescer ainda mais, na medida em que eu seja deputado, e também sendo uma pessoa que trabalhou intensamente no desenvolvimento do estado, tenho um nível de interesse e conhecimento muito maior. Esse será um diferencial para que os projetos possam caminhar na Assembleia Legislativa.

Não há dúvidas que, como parlamentar, vou contribuir para o setor econômico estadual. Além disso, há outras questões econômicas, como questões fundiárias, estímulo à agroindústria, para que funcione no estado, estimular a energia alternativa, temos que ter o VLT que não polui, uma política mais eficiente de combate às drogas, investir mais, seja em infraestrutura, hospitais, segurança ou educação. Tudo isso são coisas que também precisam ser discutidas no parlamento de forma ampla e com contextos regionais.

Estamos vendo um protagonismo cada vez maior do parlamento brasileiro, como ocorre em outros países do mundo que têm uma estrutura política similar à brasileira. Não há dúvida de que o rumo da economia passa pelo Legislativo. Quero trabalhar lá com esse foco.

Segundo Julio Campos, infelizmente no estado de Mato Grosso ainda há discrepância entre municípios. Enquanto há município com desenvolvimento de primeiro mundo, por outro lado há outros onde as condições são de 5º mundo.

- Por isso é necessário intensificar mais os trabalhos em prol do desenvolvimento dos municípios, e aí é fundamental o trabalho do legislativo, através de criação de leis de incentivo para instalação de indústrias, para geração de emprego e renda. Temos que ter um trabalho forte no impulso do turismo em Mato Grosso, cerca de 10% da população quer fazer turismo de natureza, e somos ricos nisso, temos o Pantanal, Chapada dos Guimarães, Nobres, Rondonópolis, Poconé, Cáceres, Barra do Garças, além de outros atrativos turísticos.

Um trabalho que vai merecer atenção especial diz respeito a área social, hoje 90% dos trabalhos desenvolvidos ao acolhimento aos dependentes de drogas são realizados por ONGs, igrejas evangélicas e católica. Precisamos que o estado faça mais, porém é um trabalho que necessita da união de todos, disse o ex-governador.

"É necessário reconhecer quem trabalha. O governador Mauro Mendes não vem medindo esforços nas diversas áreas para diminuir as desigualdades no estado de Mato Grosso. Como temos que elogiar o bom trabalho do deputado estadual Eduardo Botelho, nas questões de regulação fundiária, que é fundamental para o desenvolvimento econômico e principalmente dando segurança jurídica", concluiu.








 
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet