Segunda-feira, 17 de janeiro de 2022
informe o texto

Notícias | Brasil

Tragédia no lago de Furnas deixa 8 mortos, 2 desaparecidos e dezenas de feridos

09/01/2022 - 07:32 | Atualizada em 10/01/2022 - 07:25

Redação con informações da ABr

Tragédia no lago de Furnas deixa 8 mortos, 2 desaparecidos e dezenas de feridos

Foto: Redes sociais

O desabamento de uma rocha que atingiu quatro embarcações no Lago de Furnas, em Capitólio (MG), com pelo menos 34 pessoas, causou sete mortes. Guarnições de Piumhi, Passos e Poços de Caldas, cidades do Sul do Estado, foram deslocadas com apoio da Marinha do Brasil. No total, cerca de 40 militares estão envolvidos na operação. A queda ocorreu por volta do meio-dia de ontem e atingiu pelo menos quatro barcos de turistas. 

A Marinha auxilia o Corpo de Bombeiros com equipes de Busca e Salvamento (SAR). Um inquérito será instaurado para apurar o incidente.

Por meio de seu perfil no Twitter, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, se pronunciou sobre o acidente: “Sofremos hoje a dor de uma tragédia em nosso Estado, devido às fortes chuvas, que provocaram o desprendimento de um paredão de pedras no lago de Furnas, em Capitólio. O governo de Minas está presente desde os primeiros momentos através da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros”.

Nota da Polícia Civil na tarde de sábado

A Polícia Civil informa que, logo depois do acidente ocorrido, em Capitólio, no Sul de Minas, equipes de policiais civis realizaram levantamentos de campo sobre potenciais vítimas, testemunhas, as circunstâncias do fato, assim como fotografias, filmagens, descrição de peças e materiais flutuantes relacionados ao trabalho pericial, sob a coordenação do Delegado Regional de Polícia Civil de Passos-MG.

Até o momento, colheu-se dentre outros elementos, dados relativos às embarcações e seus tripulantes, tendo sido encontrados corpos e seguimentos corpóreos, contudo ainda não foi possível comprovar a identificação de nenhuma das vítimas.

Agora, à noite, os corpos seguem com a Polícia Civil em Passos para realização dos exames médicos legais que já se encontram em curso, com a finalidade de serem identificados. Há informação de que estavam na lancha Jesus dez pessoas, sendo que sete foram encontradas mortas e três seguem desaparecidas.

A PCMG, a partir deste domingo, para maior rapidez na identificação dos corpos, passa a contar com apoio oferecido pela Polícia Federal.

Informa que tem mantido permanente interação com representantes da Marinha do Brasil, do Corpo de Bombeiros Militar, da Polícia Militar, da Defesa Civil e do Poder Público Municipal para execução dos trabalhos de responsabilidade e com competência da polícia judiciária, sobretudo com vistas a oferecer informações e atendimento aos familiares e amigos das vítimas.

Atualização - 12:09h - Bombeiros confirmaram a localização do oitavo corpo de vítima da tragédia. O número de desaparecidos caiu para 2. O título da matéria foi alterado para atualizar o número de óbitos e desaparecidos. 

Os trabalhos de busca recomeçaram às 5h de hoje (9) e envolvem cerca de 50 pessoas, entre bombeiros e militares da Marinha. Ao todo, 11 mergulhadores do Corpo de Bombeiros atuam na operação. A Marinha do Brasil emprega sete viaturas, quatro lanchas e três motos aquáticas.

Mais informações a qualquer momento.
 
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet