Quarta-feira, 17 de agosto de 2022
informe o texto

Notícias | Jurídico

Policiais penais que se recusaram a receber presos são multados em R$ 11 mil

Valor poderá ser descontado diretamente na folha de pagamento

30/12/2021 - 10:08 | Atualizada em 05/01/2022 - 10:46

Da Redação

Policiais penais que se recusaram a receber presos são multados em R$ 11 mil

Foto: Reprodução

Decisão judicial do desembargador Pedro Sakamoto determinou o desconto no salário de 8 policiais penais que se negaram a receber preso no município de Campo Novo do Parecis (396 km de Cuiabá), no dia 25 de dezembro. A multa é de 10 salários e, caso, não tenham dinheiro na conta, o valor será descontado diretamente na folha salarial, para garantir o cumprimento da decisão.

O fato foi relatado pelo Ministério Público Estadual, que requereu a aplicação de multa pela desobediência da decisão.

A decisão determinou ainda a aplicação de multa de R$ 50 mil para os diretores regionais do Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário (Sindspen), caso descumpram a "determinação de retorno às atividades após a publicação desta decisão, para que aqueles que porventura já tenham se conformado com as ordens desta Corte Estadual não sejam penalizados de modo generalizado pela desídia de seus colegas". 

Os policiais penais estão em greve desde o dia 17 de dezembro. Eles reivindicam aumento salarial. O Sindspen chegou a se reunir com o governo, mas teve a proposta apresentada rejeitada e ameaça de fim da negociação caso houvesse greve. 

Confira aqui a íntegra da decisão

Apesar de declarada ilegal, com imposição de multas ao sindicato e aos dirigentes sindicais, a greve foi mantida.

Advogados relatam que nem mesmo alvarás de soltura estão sendo recebidos pelos agentes penitenciários. 
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet