Quarta-feira, 17 de agosto de 2022
informe o texto

Notícias | Geral

Chapéu de vaqueiro causa controvérsia e ativistas divulgam nota: 'representa trabalho, suor e determinação'

07/12/2021 - 10:38 | Atualizada em 07/12/2021 - 11:20

Da Redação

Uma ativista viajou por 20 horas para realizar o sonho de conhecer Sergio Moro, pré-candidato a Presidente da República. O encontro aconteceu em Recife no dia 5 de dezembro. Feliz com a realização de um sonho acalentado há muito tempo, a ativista presenteou-o com um chapéu de vaqueiro. Mal sabia que a singela homenagem provocaria discursos de ódio e ataques nas redes sociais.

"Pessoas que não sabem diferenciar um chapéu de "vaqueiro" de um chapéu de "cangaceiro"... Vaqueiro não é bandido. Vaqueiro não é assassino. O chapéu do vaqueiro representa pra todo povo nordestino, TRABALHO, SUOR E DETERMINAÇÃO, que é justamente o que esperamos de @SF_Moro à frente do país! Reclamamos tanto dos discursos de ódio dos bolsonaristas e fazemos o mesmo, quando giramos a metralhadora na direção de quem está lutando ao nosso lado", responderam os ativistas por meio de nota nas redes sociais.

Segundo integrantes do @mulherescomsergiomoro, @movrenovacaobr e @movimentomaisbrasil o encontro em Recife foi organizado por lideranças destes movimentos espontâneos e populares. Na residência da coordenadora do movimento Mulheres Com Moro em Recife, Verônica Campos, Moro foi recebido por advogados e lideranças destes movimentos, que falaram sobre as dificuldades enfrentadas pelo povo do Nordeste, o quanto tem sido explorado e usado por políticos inescrupulosos.



A foto de Sergio Moro usando o chapéu de vaqueiro repercutiu nas redes sociais, causando forte reação. Vários artigos foram publicados, citando o 'chapéu de Lampião'.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por MOV MULHERES COM SERGIO MORO (@mulherescomsergiomoro)

 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet