Domingo, 28 de novembro de 2021
informe o texto

Notícias | Executivo

O PSDB tenta juntar os cacos para eleição de 2022

ELEIÇÕES 2022

13/11/2021 - 09:06 | Atualizada em 14/11/2021 - 11:04

Cícero Henrique

O PSDB tenta juntar os cacos para eleição de 2022

Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

O PSDB tenta juntar e colar os cacos do que sobrou na legenda. É o que mostrou o debate promovido pelo Estadão entre os pré-candidatos à Presidência da República, governadores João Doria de São Paulo, Eduardo Leite do Rio Grande do Sul e Arthur Virgílio (AM).

Ficou evidente no debate das prévias internas para escolher o candidato do partido que a guerra está declarada entre os três pré-candidatos, e que o partido não está unido para a escolha e muito menos nas propostas.

É notório o desconforto de Doria e Leite por terem apoiado e votado em Bolsonaro. Agora os dois diz que estão arrependidos.

Além disso, uma grande parcela dos deputados tucanos votaram a favor da PEC dos Precatórios, o que João Doria condenou.

A verdade que na teoria o PSDB é um, na prática é outro, não existindo nenhuma consonância com os pré-candidatos à Presidência da República.

Esse embate entre os três pré-candidatos vai refletir nas eleições dos estados, Mato Grosso será um deles, onde o partido tem uma atuação pífia e não tem candidatos fortes com densidade eleitoral para disputar o governo de Mato Grosso.

Deve ir mesmo na carona da candidatura da reeleição do governador Mauro Mendes, que até o momento não tem adversário à altura para 2022.
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet