Terça-feira, 18 de janeiro de 2022
informe o texto

Notícias | Legislativo

Senador Kajuru diz que líder do governo Bolsonaro ofertou R$ 100 mi em emendas

SENADO FEDERAL

24/10/2021 - 09:12 | Atualizada em 26/10/2021 - 07:41

Redação

Senador Kajuru diz que líder do governo Bolsonaro ofertou R$ 100 mi em emendas

Foto: Reprodução

O senador Jorge Kajuru (Podemos-GO) acusou o senador Eduardo Gomes (MDB-TO), líder do governo no Congresso, de oferecer, em uma suposta conversa informal, R$ 100 milhões em emendas parlamentares, para ele deixar de ser crítico em relação ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). As declarações do parlamentar foram dadas à revista Crusoé.

Kajuru disse à revista que a suposta declaração de Gomes teria ocorrido para o seu assessor de orçamento. Apesar das afirmações, o senador do Podemos não apresentou provas das acusações. Em nota enviada ao UOL, o líder do governo disse que não enviou recados a Kajuru via assessoria.

"Agora, eu te digo que o meu assessor de orçamento ouviu da boca do senador Eduardo Gomes (líder do governo no Congresso), de quem eu gosto, e que é muito educado, o seguinte: 'O Kajuru podia ter 100 milhões (de reais) em emendas. Fala para o Kajuru mudar, não bater no governo desse jeito'", disse Kajuru.

Em nota, a assessoria de Eduardo Gomes afirmou que ele "respeita o senador Kajuru por suas posições e sua história, tendo sempre mantido com ele diálogo republicano de alto nível, de maneira direta, sem precisar enviar recados via assessoria. Todas às vezes que o senador Kajuru votou com o governo, o fez por convicção", declarou o senador.

Já Kajuru relatou que, ao ser informado da suposta oferta, foi conversar com Gomes e falou: "Vou fingir que você não falou isso porque, se tivesse falado comigo, eu teria gravado e colocado no ar".

Segundo o senador do Podemos, ele mesmo tem verbas oficiais e legais que totalizam R$ 27 milhões e qualquer quantia acima é preciso explicar à sociedade como o parlamentar conseguiu essa verba. Ele ainda questionou como há parlamentares que conseguem valores muito altos em emendas.

"Como é que tem senador que conseguiu 150 milhões para o Rio Grande do Sul, como o [Luis Carlos] Heinze? Como tem senador que conseguiu 200 milhões para o Amapá, como o Davi [Alcolumbre]? Isso tudo tinha que ser absolutamente esclarecido. Isso tudo o presidente sabe. Aí está a responsabilidade dele, grave, de ter comandado tudo. Não tem desculpa."

 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet