Segunda-feira, 29 de novembro de 2021
informe o texto

Notícias | Executivo

Inativos que não se recadastraram terão benefício cortado

Quem ainda não se recadastrou deve procurar o MT Prev

19/08/2021 - 11:22

Redação

Inativos que não se recadastraram terão benefício cortado

Foto: Secom/MT

Os servidores aposentados e pensionistas do Estado de Mato Grosso que não fizeram o recadastramento junto ao Mato Grosso Previdência (MT Prev) terão os salários suspensos a partir do mês de agosto. Para que os pagamentos sejam restabelecidos, o inativo deverá procurar o MT Prev, pessoalmente ou através do site institucional, e regularizar a situação. 

O anúncio foi feito nesta quarta-feira (18.08) pela Autarquia no Diário Oficial, que na ocasião também publicou um cronograma de pagamento conforme as regularizações acontecerem. 

Dos 37.184 inativos convocados para o Censo Previdenciário, 2.128 (5,7%) ainda não concluíram o recadastramento e ficarão com os subsídios suspensos até a atualização cadastral. 

Quem regularizar a situação até 31 de agosto receberá em folha complementar no próximo dia 10. Aqueles que fizerem a atualização cadastral entre os dias 1º e 12 de setembro, vão receber em uma segunda folha no dia 20 do mesmo mês. Já os inativos que se regularizarem após o dia 12 do mês que vem entrarão na programação mensal da folha de pagamento do Estado.

Recadastramento

O recadastramento dos inativos através do Censo Previdenciário, iniciado em dezembro do ano passado, é composto por atualização cadastral e prova de vida. A ação beneficiará a gestão previdenciária e poderá, inclusive, trazer economia aos cofres públicos, caso alguma irregularidade seja encontrada.

Para encontrar esses inativos, o Governo fez propagandas de rádio, televisão e internet, e também divulgou a ação em todos os veículos de comunicação do Estado.  De acordo com o MT Prev, também foram enviados e-mails, SMS, além do apoio de sindicatos e assessorias pedagógicas no contato direto com o segurado. 

Quando terminou o prazo do recadastramento em 9 de julho, cerca de 4 mil inativos ainda não haviam se recadastrado. Foi então que o MT Prev, as Secretarias de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e de Educação (Seduc), e a Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT) firmaram uma força-tarefa para intensificar os esforços para entrar em contato com essas pessoas e impedir a suspensão do salário. 

Segundo interlocutores do Governo, foram envidados todos os esforços no sentido de localizar e notificar esses inativos por meio de visitas em suas residências, ligações telefônicas e divulgação nas unidades educacionais da Seduc, etc.

O MT Prev mantém uma equipe no auditório da autarquia para atender exclusivamente os aposentados e pensionistas que desejam regularizar a situação.

O órgão está localizado no Edifício Concorde, Av. Dr. Hélio Ribeiro, 487, bairro Residencial Paiaguás, em frente ao Cenarium Rural. 

Para mais informações, além do telefone do MT Prev (65) 3363-5300, há o WhatsApp exclusivo para o Censo: (65) 9 9959-0350 e o e-mail  censo@mtprev.mt.gov.br.
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet