Quarta-feira, 28 de julho de 2021
informe o texto

Notícias | Executivo

Pazuello negociou 30 milhões de doses de CoronaVac pelo triplo do preço, diz Folha

16/07/2021 - 15:08 | Atualizada em 16/07/2021 - 15:33

Redação

Pazuello negociou 30 milhões de doses de CoronaVac pelo triplo do preço, diz Folha

Foto: Reprodução

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello negociou a compra de 30 milhões de doses da vacina chinesa CoronaVac com um grupo de intermediadores pelo triplo do preço negociado pelo Instituto Butantan.

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, a negociação ocorreu fora da agenda oficial do ministro em 11 de março. 

As doses foram negociadas no gabinete do ex-secretário do Ministério da Saúde coronel Élcio Franco. Um vídeo mostra Pazuello com os intermediadores, confirmando a negociação. O negócio não foi adiante, pois um servidor teria alertado o ministro sobre o preço três vezes maior.

Quando prestou depoimento na CPI da Covid, Pazuello afirmou que jamais participara de negociação de vacinas. "Um ministro jamais participa de negociação", disse.

O MPF ingressou com ação de improbidade administrativa contra o ex-ministro Pazuello, que é general da ativa. Ele responde por danos causados ao patrimônio público e violação aos princípios da Administração. A ação aponta quase R$122 milhões de dano ao erário. Requer ressarcimento integral do prejuízo, pagamento de multa de até duas vezes o valor do dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos e proibição de contratar com o Poder Público. O processo tramita, provisoriamente, em segredo de justiça por conter documentos protegidos por sigilo legal.

Após ser exonerado do MS, o presidente Jair Bolsonaro o acomodou no cargo de secretário de Estudos Estratégicos da presidência da República.

Assista



 
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet