Quarta-feira, 28 de julho de 2021
informe o texto

Notícias | Executivo

Taxa de mortalidade por covid-19 em Cuiabá é a mais elevada entre as capitais

Cuiabá teme nova variante e apela por doses extras de vacina contra a covid-19

14/07/2021 - 16:34 | Atualizada em 15/07/2021 - 08:09

Cícero Henrique

Taxa de mortalidade por covid-19 em Cuiabá é a mais elevada entre as capitais

Foto: Reprodução/TVCA

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, a taxa de mortalidade da covid-19, que mede o risco de morte pela doença na população cuiabana, está em 505,9/100.00 habitantes, a mais elevada entre as capitais brasileiras e mais que o dobro da taxa de mortalidade do país, que está em 254,2/100.000 habitantes.

Já a taxa de letalidade, que mede a proporção de óbitos entre os casos confirmados, Cuiabá registra taxa de 3,2%, enquanto a taxa de letalidade por covid-19 do país é de 2,7%.

Após a confirmação de dois casos da nova variante do coronavírus (B.1.621), detectada em integrantes da delegação colombiana que esteve em Cuiabá participando da Copa América, no mês passado, a preocupação das autoridades de saúde e população aumentou. Ainda não há informação oficial sobre o rastreamento de possíveis casos de covid-19 entre trabalhadores dos hotéis onde os infectados estiveram hospedados.

Vacinação lenta

O ritmo lento de vacinação na Capital por falta de imunizantes, somado à desinformação de parte da população que se recusa a ser imunizada podem resultar, em breve, no aumento de casos, internações e óbitos.
Segundo a SMS, falta vacinar 231.361 cuiabanos de 18 a 54 anos. Para concluir a imunização da população adulta da Capital de Mato Grosso, são necessárias 462.722 doses de vacina, no caso de aplicação em duas doses; ou 231.361 doses de vacina Janssen, que é dose única e mais 126.439 doses para segunda aplicação de quem já tomou a primeira dose de outros imunizantes.

A nova variante é 90% mais transmissível. Quando começar a circular no estado, as taxas de transmissão, internação e óbitos vão disparar.

Diante do risco iminente de agravamento da situação epidemiológica, o município enviou novo requerimento para o Ministério da Saúde, solicitando envio imediato de doses extras de vacinas. Desde a definição de Cuiabá como sede de jogos da Copa América, o município requer doses extras, prometidas, mas jamais enviadas.
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet