Terça-feira, 30 de novembro de 2021
informe o texto

Notícias | Brasil

Comunicadora diz ter sido censurada pelo Exército durante vacinação em São Paulo

09/07/2021 - 13:29 | Atualizada em 12/07/2021 - 09:16

Da Redação

Comunicadora diz ter sido censurada pelo Exército durante vacinação em São Paulo

Foto: Reprodução/Twitter

A comunicadora Roberta Rodrigues denunciou no Twitter ter sido censurada por membros do Exército enquanto aguardava na fila de vacinação drive thru diante do Memorial da América Latina em São Paulo na sexta-feira (8).

Roberta havia colado em seu carro um cartaz escrito à mão, com a frase: "528.540 não tiveram chance. Não desperdice a sua: vacine-se. Essas mortes poderiam ter sido evitadas. Não foram e só tem um culpado, Jair Bolsonaro. SUS Salva, Ele não”.



- Esperando a minha vez de ser vacinada vi dois homens com fardas do @exercitooficial
parando para ler o cartaz e falaram algo sobre ela está falando do Bolsonaro. Um deles veio até o meu carro. Ribeiro disse que eu não poderia falar de Bolsonaro no Memorial da América Latina, disse a jornalista. Questionei se não poderia falar ou falar mal de Bolsonaro e ele disse novamente que não poderia falar e que teria que retirar o meu cartaz. Questionei de quem era a ordem e ele disse que do Comando do Exército".

 
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet