Quinta-feira, 20 de janeiro de 2022
informe o texto

Notícias | Geral

Indígenas da etnia Kurâ-Bakairi participam de oficina de modelagem de roupas

19/05/2021 - 17:46 | Atualizada em 19/05/2021 - 17:56

Redação

Indígenas da etnia Kurâ-Bakairi participam de oficina de modelagem de roupas

Foto: Divulgação

O projeto Kywagâ que tem o objetivo de desenvolver peças do vestuário da moda indígena da etnia Kurâ-Bakairi, deu início a mais uma etapa. Entre os dias 18 e 28 de maio, na aldeia Kuiakware, terra Indígena Bakairi, em Paranatinga, mulheres indígenas participam da Oficina de Modelagem, com aulas de corte e costura, e design para aplicação de grafismos. A iniciativa foi contemplada no edital Mato Grosso Criativo, da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT).

A oficina é ministrada pela designer de moda Vanda Guerra, de Belo Horizonte (MG). Com ampla experiência no mundo da indústria têxtil em Minas Gerais, Vanda é defensora da confluência de culturas na moda brasileira. A modista acredita que o momento é propício para a construção da moda brasileira, no qual, inclui a participação das populações indígenas.

Durante a oficina, as participantes desenvolverão uma coleção de vestuário da moda indígena Kurâ-Bakairi. Ao final, acontecerá um desfile para apresentação da coleção produzida durante as atividades. A proponente do projeto, Darlene Yaminalo Taukane, coordenadora do Instituto YuKamaniru de Apoio às Mulheres Indígenas Bakairi, ressalta a importância do projeto para a comunidade.

“As oficinas tem o propósito de despertar o interesse pela arte têxtil nas mulheres da nossa etnia. Tem a finalidade de produzir peças singulares com características próprias do nosso povo, e deverá contribuir para a geração de renda e autonomia financeira das mulheres da comunidade. É a inserção econômica e social do povo Kurâ-Bakairi”.

Durante a oficina, terá espaço para a professora Isabel Taukane falar a respeito da Economia Criativa, uma vez que o projeto visa o desenvolvimento econômico das mulheres Kurâ-Bakairi.

As participantes da oficina receberam um kit de costura contendo réguas e esquadro, tesoura para tecido, tesoura para moldes, tesoura para arremate, giz, alfinete, alfineteiro, fita métrica, abridor de casa, borracha, agulha e tecido.

Além disso, receberam uma caixa de lápis de cor doada por Iara Carvalho, do grupo Linhas do Horizonte. O grupo é formado por mulheres que por meio do bordado contam a história do Brasil e de Minas Gerais. O Linhas do Horizonte bordou o estandarte do Projeto Kywagâ e o nome indígena Bakairi de cada participante.

 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet