Segunda-feira, 17 de janeiro de 2022
informe o texto

Notícias | Geral

Seara investiu R$ 50 milhões no município de Itiquira para escoar até 4,5 milhões de toneladas de grãos

05/06/2012 - 14:40

Mariana Fabre

Itiquira (MT) - O novo terminal rodoferroviário inaugurado no último sábado em Itiquira (MT), município localizado a 110 km de Rondonópolis, deve agilizar o escoamento da safra do Mato Grosso e de parte do Mato Grosso do Sul e reduzir os custos do frete. Até então, grande parte da produção da região seguia por via rodoviária até o terminal de Alto Araguaia (MT) ou até mesmo para os terminais instalados no Norte do Paraná.

A capacidade de movimentação do novo terminal é de até 4,5 milhões de toneladas por ano, mas a estimativa inicial da Seara Agropecuária, empresa do Paraná que opera o terminal, é de movimentar 2 milhões de toneladas por ano. A capacidade de descarga rodoviária e de expedição ferroviária é de mil toneladas por hora. O trecho ferroviário inaugurado pela América Latina Logística (ALL) possui extensão de 120 km e liga Itiquira a Alto Araguaia. A produção será escoada ao Porto de Santos (SP). Com investimentos de R$ 50 milhões na obra, a Seara, que tem matriz em Sertanópolis (PR), busca fortalecer sua presença no Centro-Oeste, ampliar a capacidade de atendimento aos produtores da região e reduzir os custos de frete.

‘‘A Seara já compra soja da região de Itiquira há cerca de seis anos, mas precisava enviar por caminhão até os terminais de Londrina ou Maringá, o que encarecia muito o frete. A instalação de um terminal aqui é uma necessidade antiga dos produtores da região‘‘, afirma o gerente de logística da Seara, Hélio Godoi da Rocha. As obras foram iniciadas em março de 2011 e o terminal já opera em caráter experimental desde a segunda quinzena de abril.

O acesso ao terminal é feito pela MT-299, rodovia que liga Itiquira ao distrito de Ouro Branco do Sul. No entanto, o trecho ainda não está completamente asfaltado e os caminhões ainda precisam percorrer cerca de 10 km em estrada de terra até o terminal. Durante a solenidade de inauguração, políticos locais cobraram do governo do estado e do Ministério dos Transportes as obras de infraestrutura para atendimento das demandas da região. A previsão é de que a pavimentação seja concluída em até 40 dias. O acesso de caminhões pelo município de Itiquira ainda não está liberado e a previsão do município é de asfaltar o trecho de aproximadamente 14 km até 2013.

Segundo a ALL, o sistema logístico beneficiará produtores em um raio de 200 quilômetros. Cálculos da operadora mostram que o transporte ferroviário é, geralmente, 25% a 30% mais econômico do que o rodoviário. O trecho inaugurado no sábado integra o projeto Expansão ALL Malha Norte, que prevê o prolongamento da malha ferroviária ligando Alto Araguaia a Rondonópolis. No total, a ALL prevê investimentos de R$ 700 milhões no projeto, ampliando em 260 quilômetros a extensão da malha ferroviária nacional.

A expectativa da ALL é de que a ligação férrea com Rondonópolis seja entregue ainda em 2012. O ministro dos Transportes, Paulo Sergio Passos, ressaltou a importância da ampliação da malha férrea para redução dos custos e aumento da competitividade dos produtores do Mato Grosso. O terminal de Itiquira é o primeiro operado pela Seara no Mato Grosso, mas a empresa espera concluir as obras no terminal em Rondonópolis até 2013.
 

 
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet