Quinta-feira, 9 de dezembro de 2021
informe o texto

Notícias | Legislativo

Câmara dos deputados promete acabar com o 14º e 15º salários

20/05/2012 - 09:42

Adriana CaitanoGuilherme AmadoJuliana Braga

A maioria dos deputados federais apoia o fim do pagamento do 14º e do 15º salários. O Correio contatou os 513 parlamentares que compõem a Câmara. Conseguiu obter a resposta de 310. Nesse universo, 258 congressistas se declararam a favor da extinção dos salários-extras, instituídos pela Constituição de 1946 como uma ajuda de custo concedida no início e no fim de cada Legislatura, e perpetuado no formato atual, que onera o Congresso em R$ 31,7 milhões por ano. Se o texto fosse submetido hoje ao plenário, o número de votos favoráveis seria suficiente para derrubar o benefício, uma vez que o projeto necessita de maioria simples (257 votos) para ser aprovado. Assim, os rendimentos extras estariam extintos de uma vez, pois o texto já passou pelo Senado.

Apesar da longa campanha para acabar com a benesse, iniciada com a pressão popular sobre a Câmara Legislativa do Distrito Federal, e da aprovação unânime do projeto pelo plenário do Senado, 48 parlamentares declararam não ter opinião formada sobre a proposta, ou por desconhecer seu mérito ou por ainda aguardar uma decisão unificada de suas bancadas partidárias.
 

 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet