Segunda-feira, 26 de julho de 2021
informe o texto

Artigos | Cícero Henrique

Manaus, cidade cobaia. Em vez de oxigênio, cloroquina

O Brasil está chegando a 500 mil mortes de brasileiros. Muitas poderiam ter sido evitadas.

17/06/2021 - 10:09

Foto: Licença livre

O Brasil está chegando a 500 mil mortes de brasileiros, sendo que muitas poderiam sido evitadas segundo os especialistas, isso é o mais revoltante e enojante.

O governo Federal usou Manaus como uma ‘cidade cobaia’ para implementar a loucura da cloroquina, tornando-se responsável pelos que morreram asfixiados. Impossível não lembrar o uso da câmara de gás pelos nazistas, que exterminou milhares de judeus.

Pode ser forte o que vou escrever agora, mas é fato, Hitler também escolheu Bikernau, Auschwitz, como campos de experimento de horrores, como teste para "tratamento" médico contra gêmeos, ananismo, fazendo absurdos, em alguns casos levando à morte as cobaias humanas.

Na antiga União Soviética, Stalin matou milhões de russos de fome, uma das maiores atrocidades do planeta, ficou conhecido como o monstro de aço.

Vários fatores contribuíram para a carnificina que vem ocorrendo no Brasil, a demora para a compra da vacina, a negação, a desmobilização do uso de máscara e do distanciamento social, que configuram ato criminoso contra a saúde pública, ou seja, é crime de responsabilidade.

O governo viu milhares de brasileiros morrendo asfixiado e ainda fez deboche e piada.

Como é sabido: só sente quem perde alguém da família, um filho, uma mãe, pai, esposo, esposa etc.

O presidente Jair Bolsonaro ainda não perdeu ninguém, então passa a boiada da cloroquina nessa gente.
Os documentos e depoimentos na CPI da Pandemia são reveladores, chocantes e graves, num país mais decente já estariam todos atrás das grades.

É isso que esperam os brasileiros, que sejam punidos com cadeia os responsáveis pelas milhares de mortes que poderiam ter sido evitadas.

Mas, infelizmente, sabemos que não vai dar em nada, isso aqui é Brasil, país de bandidos, assassinos, genocidas etc.

Quem perdeu foi quem morreu. Como diz o presidente Bolsonaro, cinicamente: 'faz parte da vida'.

É inconcebível tanta perversidade, tanta maldade dessa gente que tem obrigação de governar e proteger os brasileiros, fizeram justamente o contrário, mataram por asfixia, falta de ar, como morrer afogado no seco.

Cícero Henrique

Cícero Henrique


Jornalista em Cuiabá
ver artigos
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet