Terça-feira, 13 de abril de 2021
informe o texto

Notícias | Malagueta

O DESESPERO DE ANDRÉ MENDONÇA POR ABERTURAS DE IGREJAS DIANTE DO MASSACRE DE MORTES PELA COVID-19

VACINAÇÃO

07/04/2021 - 19:33 | Atualizada em 07/04/2021 - 19:54

Redação

O DESESPERO DE ANDRÉ MENDONÇA POR ABERTURAS DE IGREJAS  DIANTE DO MASSACRE DE MORTES PELA COVID-19

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Ou Advogado Geral da União está fora do seu "juizo normal  ou é irresponsável", ao querer desesperadamente aberturas de igrejas no país, diante de uma tragédia de mortes pela pandemia da covid-19.

Em sua fala, o AGU André Mendonça citou versículos bíblicos e argumentos religiosos para defender a permanência dos eventos. O procurador-geral da República, Augusto Aras, também apoiou a medida como garantia de "liberdade religiosa". Professores, pesquisadores e advogados, contestaram as argumentações e disseram que argumentações religiosas não deveriam ser utilizadas na Corte.

Citando o Evangelho de Mateus, André Mendonça disse: "Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome , aí estou no meio deles".

Boa citação de André Mendonça, dois ou três podem estar muito bem reunidos em suas casas, porque lá também estará Deus.

O voto do ministro de Gilmar Mendes, foi bastante coeso e com fundamentos, trazendo até mesmo decisões de outros paises contra aberturas de igrejas durante a pandemia da covid-19.


“Quer me parecer que apenas uma postura negacionista autorizaria resposta em sentido afirmativo, uma ideologia que nega a pandemia que ora assola o país e que nega um conjunto de precedentes lavrados por este tribunal durante a crise sanitária que se coloca”, escreveu o ministro.





 
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet