Terça-feira, 13 de abril de 2021
informe o texto

Notícias | Cidades

Principais cidades de Mato Grosso estão com alto risco de contaminação

Taxa de contaminação no estado é de 4,63%

08/03/2021 - 20:20 | Atualizada em 10/03/2021 - 13:20

Redação

Principais cidades de Mato Grosso estão com alto risco de contaminação

Foto: Reprodução

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou, nesta segunda-feira (08.03), o Boletim Informativo n° 365 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. Taxa de contaminação no estado é de 4,63%, ou seja, para cada indivíduo contaminado, quase outros cinco também são.

A possibilidade do Governo decretar quarentena aumentou, considerando os avanço descontrolado da doença e a alta taxa de transmissão do vírus. 

Risco alto

O documento mostra, a partir da página 9, que 13 municípios registram alta classificação de risco para o coronavírus. São eles: Cuiabá, Rondonópolis, Várzea Grande, Primavera do Leste, Sinop, Sorriso, Cáceres, Pontes e Lacerda, Alta Floresta, Barra do Garças, Nova Xavantina, Peixoto de Azevedo e Cotriguaçu.

Risco moderado

Ainda de acordo com informações do Boletim, outras 33 cidades foram classificadas na categoria de risco moderado para a Covid-19. São elas: Arenápolis, Aripuanã, Brasnorte, Campo Novo do Parecis, Campo Verde, Canarana, Carlinda, Chapada dos Guimarães, Colíder, Comodoro, Confresa, Diamantino, Guarantã do Norte, Juara, Juruena, Lucas do Rio Verde, Marcelândia, Matupá, Mirassol d'Oeste, Nova Mutum, Paranatinga, Poconé, Santo Antônio do Leverger, São Félix do Araguaia, Sapezal, Tangará da Serra, Tapurah, Terra Nova do Norte, Vila Bela da Santíssima Trindade, Vila Rica, Ribeirãozinho, Serra Nova Dourada e Vale de São Domingos.

O sistema de classificação que aponta o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos, é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades.

Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana, às segundas e quintas-feiras, e os resultados são divulgados nos Boletins Informativos da SES.

As medidas do Decreto nº 836, de 01 de março de 2021, são impositivas e devem ser adotadas pelos 141 municípios do Estado independentemente da classificação de risco.

Medidas restritivas

De acordo com os Decretos 222 532, as medidas restritivas para os municípios na classificação AMARELA para conter o avanço da covid-19 são:

Amarelo - Nível de Risco MODERADO:
a) implementação e/ou manutenção de todas as medidas previstas para o Nível de Risco BAIXO;
b) quarentena domiciliar para pessoas acima de 60 anos e grupos de risco definidos pelas autoridades sanitárias;
c) suspensão de aulas em escolas e universidades.

Laranja - Nível de Risco ALTO:
a) implementação e/ou manutenção de todas as medidas previstas para os Níveis de Risco BAIXO e MODERADO;
b) proibição de qualquer atividade de lazer ou evento que cause aglomeração, tais como shopping center, shows, parques, jogos de futebol, cinema, teatro, bares, restaurantes, casa noturna e congêneres;
c) proibição de atendimento presencial em órgãos públicos e concessionárias de serviços públicos, devendo ser disponibilizado canais de atendimento ao público não-presenciais;
d)
 adoção de medidas preparatórias para a quarentena obrigatória, iniciando com incentivo à quarentena voluntária e outras medidas julgadas adequadas pela autoridade municipal para evitar a circulação e aglomeração de pessoas.


 
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet