Segunda-feira, 12 de abril de 2021
informe o texto

Notícias | Brasil

Fernando Haddad diz que aceita ser vice de Lula da Silva em 2022

07/03/2021 - 09:01 | Atualizada em 08/03/2021 - 13:40

Euler de França Belém

Fernando Haddad diz que aceita ser vice de Lula da Silva em 2022

Foto: Reprodução

Fernando Haddad é o pré-candidato do PT — quer dizer, de Lula da Silva — a presidente da República em 2022. É mesmo?

Não é. O candidato, o candidatíssimo, é Lula da Silva — que terá 77 anos em 2022. O ex-presidente aposta que a Justiça vai “derrubar” a Operação Lava Jato e, daí, ele poderá disputar a Presidência.

Segundo os repórteres Guilherme Amado e Eduardo Barreto, da revista “Época”, Haddad disse a Lula da Silva que aceitará a vice, sem colocar nenhum obstáculo. O economista e advogado frisa que seria “honroso”. Mas ressalvou: “Não sei se convém para ele. Se pudesse ampliar a aliança para um nome de fora do PT, uma reedição da dobrada de 2002 (com José Alencar na vice, pelo então PL). Há várias fórmulas”.
 

Lula da Silva estaria tentando construir uma aliança com Luiza Trajano, do Magazine Luiza. Mas a empresária, que também teria sido sondada por João Doria e Luciano Huck, parece que não quer se envolver em política — porque teme desgaste para os negócios da família, que, no momento, vão bem. Se anunciar que tem um lado, o da esquerda ou o do centro, começará a ser criticada duramente nas redes sociais.

Há quem aposte que o vice pode ser Ciro Gomes, do PDT. Mas há quem, no PT, o considere demasiado agressivo — como se fosse um Bolsonaro da esquerda ou da centro-esquerda. Dado o desgaste do PT, Lula da Silva tende a encarnar, se for candidato, o Lulinha Paz e Amor de 2002 — mas também Lulão Guerra Sem Paz no enfrentamento com Bolsonaro.

Sublinhe-se: hoje, a um ano e sete meses das eleições, Lula da Silva não pode ser candidato a presidente. Por isso, o PT mantém a candidatura de Fernando Haddad, como um contraponto ao presidente Jair Bolsonaro, o único que está definido. O PT está se apresentando não como  “uma”, e sim como “a” alternativa ao candidato da direita.

Uma coisa é certa: Bolsonaro está contribuindo para a “ressurreição” do PT. Ante um presidente abúlico, que não se preocupa em salvar vidas, os eleitores podem apostar naquele que pode vencê-lo. Lula da Silva tem chance de derrotá-lo.

 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet