Quinta-feira, 4 de março de 2021
informe o texto

Notícias | Brasil

Decretos de armas de fogo desagradam 68% da população, diz CNT

22/02/2021 - 17:23 | Atualizada em 24/02/2021 - 07:32

Redação

Decretos de armas de fogo desagradam 68% da população, diz CNT

Foto: Reprodução

Sete em cada 10 brasileiros disseram se posicionar contra as recentes alterações promovidas pelo presidente Jair Bolsonaro(sem partido) para flexibilizar o uso e a compra de armas de fogo e de munições no país.

No último dia 12, o Palácio do Planalto anunciou a publicação de quatro decretos que facilitam o acesso a armas de fogo. A proposta, segundo o governo, é “desburocratizar procedimentos” e reduzir “discricionariedade de autoridades.

As novas normas aumentam de quatro para seis o número de armas de fogo que um cidadão comum pode comprar e ampliam o acesso de colecionadores, atiradores e caçadores (CACs) a armas e munições sem a necessidade de autorização do Exército.

De acordo com levantamento publicado nesta segunda-feira (22/2) pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), em parceria com o instituto de pesquisas MDA, 68,2% dos entrevistados avaliam ser contrários às medidas anunciadas.

 Por outro lado, 28,8% dos brasileiros mostraram-se favoráveis às alterações realizadas na legislação, além de 3% que disseram não saber opinar sobre o assunto ou optaram por não responder. Leia aqui a íntegra da pesquisa divulgada.


 

 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet