Domingo, 7 de março de 2021
informe o texto

Notícias | Brasil

Com 12 casos da nova cepa, Araraquara decreta lockdown e proíbe até drive-thru

"É preciso um sacrifício para que a gente recupere tudo o que estamos perdendo. Mas, quando se perde a vida, isso não tem como recuperar”

15/02/2021 - 08:56 | Atualizada em 15/02/2021 - 22:13

Redação

Com 12 casos da nova cepa, Araraquara decreta lockdown e proíbe até drive-thru

Foto: Divulgação

O secretário da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, confirmou 12 casos da cepa brasileira do novo coronavírus em Araraquara (SP) e descartou a presença da variante britânica em pacientes com a doença. 

Araraquara soma 12.127 casos de infecção da Covid-19 e 147 mortes desde o início da pandemia. 

Para tentar frear uma nova onda da doença, um decreto municipal proíbe a partir desta segunda-feira (15) a circulação de veículos e de pessoas pela cidade sem justificativa.

O decreto também proíbe que o comércio em geral utilize o sistema de drive-thru. Somente estabelecimentos que já possuem essa estrutura física poderão continuar utilizando essa modalidade de venda, como é o caso de algumas redes de fast food e pizzarias. A venda por delivery no setor de alimentação está liberada.

Situação crítica
Segundo o boletim do Comitê de Contingência do Coronavírus deste sábado (13), Araraquara registra 100% de ocupação dos leitos de enfermaria e 84% em UTI, com 201 novos casos confirmados da Covid-19.

No final da tarde de sexta (12), o Instituto de Medicina Tropical, órgão vinculado à USP (Universidade de São Paulo), confirmou que cepas do coronavírus encontradas em Manaus (AM) e no Reino Unido foram identificadas em pacientes positivados para Covid-19 em Araraquara. As amostras tinham sido enviadas pelo Sesa (Serviço Especial de Saúde de Araraquara) para análise.

Nas últimas semanas, havia a suspeita entre os profissionais de saúde de que uma nova variante do vírus pudesse estar na cidade, já que houve um grande aumento no número de novos casos, internações e óbitos, além de pacientes mais novos apresentarem complicações e precisarem de internação.

Fevereiro, em apenas 13 dias, já é o mês com o maior número de óbitos pela Covid-19, com 27 mortes, superando as 24 registradas em janeiro inteiro. Dois óbitos foram registradas neste sábado.

“Essa informação nova só agrava o quadro em que estamos vivendo. Isso exigirá um sacrifício maior para conter a contaminação de uma mutação do vírus extremamente agressiva. Precisamos aumentar nosso rigor no distanciamento social. Nossa capacidade de internação está sendo testada todos os dias, chegando próximo do colapso de atendimento, com a Prefeitura ampliando leitos todos os dias. Mas a notícia da circulação das mutações do vírus exigirá de nós maior rigor e, da sociedade, maior sacrifício para que a gente não perca o controle no enfrentamento à doença, para que os nossos pacientes tenham leitos”, afirmou o prefeito Edinho.

“Em um momento como esse, só nossa capacidade de união será capaz de derrotar uma situação tão grave. Essa mutação do vírus já deve estar circulando em outras regiões do estado de São Paulo. Nós teremos que enfrentar esse problema. Além de ampliarmos leitos, precisamos conter a contaminação. E, para isso, é necessário isolamento social. Todos estão no limite, mas nada é mais importante que a vida. É preciso um sacrifício para que a gente recupere tudo o que estamos perdendo. Mas, quando se perde a vida, isso não tem como recuperar”, complementou.
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet