Segunda-feira, 8 de março de 2021
informe o texto

Notícias | Brasil

Presidente diz que voo para buscar vacinas na Índia vai atrasar

Saúde requisita 6 milhões de doses da CoronaVac

15/01/2021 - 16:47 | Atualizada em 16/01/2021 - 09:48

Cícero Henrique

Presidente diz que voo para buscar vacinas na Índia vai atrasar

Foto: Divulgação/Ministério da Saúde

O presidente Jair Bolsonaro fretou um avião para buscar na Índia 2 milhões de doses da vacina contra a covi-19. O avião fretado da Azul foi adesivado para fazer a propaganda oficial. A aeronave está no aeroporto do Recife, sem previsão de data para decolar.

Jair Bolsonaro acaba de confirmar, em entrevista ao vivo no programa Brasil Urgente, com Datena, que o voo vai "atrasar uns dois dias".

"Acontece que a Índia está começando a vacinar hoje, então vai demorar uns dois dias". Em seguida, o presidente minimizou e disse que 2 milhões de doses é muito pouco.

O 'dia D" e a 'hora H' subiram no telhado

Se a autorização emergencial da CoronaVac não for concedida pela Anvisa até o próximo domingo, o calendário de vacinação do Ministério da Saúde e o do governo de São Paulo serão adiados. Enquanto isso o número de infectados só aumenta, assim como o número de óbitos.

Segundo a Agência Brasil, o aviião decola hoje (15) do Recife em direção a Mumbai, na Índia, o avião da companhia aérea Azul que vai buscar os 2 milhões de doses da vacina contra a covid-19 importadas do país asiático. A previsão é que a aeronave decole às 23h e chegue amanhã (16) à Índia.

Inicialmente o voo estava previsto para decolar na noite de ontem (14), também às 23h, mas a viagem foi reprogramada em razão de questões logísticas internacionais.De acordo com o ministério, a vacina será distribuída aos estados em até cinco dias após o aval da Anvisa para, assim, dar início à imunização em todo o país, de forma simultânea e gratuita.

Saúde requisita CoronaVac
Na tarde desta sexta-feira (15) o Ministério da Saúde requisitou a entrega imediata de 6 milhões de doses da CoronaVac impostadas pelo Governo de São Paulo. O ofício  assinado pelo diretor do departamento de logística em Saúde, Roberto Ferreira Dias, foi entregue no Instituto Butantan e está endereçado ao diretor-geral Dimas Covas.

Documento mostra a entrega imediata de 6 milhões de doses importadas da vacina c
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet