Segunda-feira, 10 de maio de 2021
informe o texto

Notícias | Brasil

Tragédia: Acabou o oxigênio hospitalar em Manaus e pacientes estão sufocando

14/01/2021 - 13:21 | Atualizada em 15/01/2021 - 09:17

Da Redação

Tragédia: Acabou o oxigênio hospitalar em Manaus e pacientes estão sufocando

Foto: Reprodução

Manaus vive nesta quinta-feira uma tragédia anunciada: acabou o oxigênio e pacientes estão sufocando.

Um médico gravou uma mensagem de áudio pedindo ajuda para 'umbuzar' [ventilação mecânica manual] pacientes no Hospital Getúlio Vargas. 

Sem coordenação nacional o controle epidêmico é impossível, e o Ministério da Saúde insiste na medicação precoce com cloroquina e vermífugo. 

Estamos assistindo uma catástrofe.

Segundo o G1/Amazonas jornalistas presenciaram médicos transportando cilindros nos próprios carros para levar ao hospital e familiares tentando comprar o insumo.

Em nota, o Hospital Getulio Vargas disse que a falta de oxigênio atinge toda a cidade de Manaus. Na nota, o hospital informa que tem contrato ativo para fornecimento de oxigênio, mas não recebeu o suficiente para atender a demanda.

Aumento da demanda
Em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (14) o governador do Amazonas Wilson Lima confirmou a crise logística de entrega de insumos. "Nossa principal dificuldade agora tem sido a aquisição de oxigênio", disse o governador.

O consumo diário hoje é de 76.500 m³ e a produção diária do fornecedor White Martins é de 28.200 m³., disse o coronel Franco Duarte, Secretário Especializado do Ministério da Saúde, presente na coletiva.

Logística
Pacientes serão enviados para unidades de Goiás, Piauí, Maranhão, Brasília, Paraíba e Rio Grande do Norte, afirmou o governador Wilson Lima. Já o coronel Franco Duarte disse que serão transferidos pacientes em fase moderada da doença.

O Secretário da Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, afirmou que o Ministério da Saúde, o governo do Amazonas e as Forças Armadas estão trabalhando em conjunto para enviar cilindros de oxigênio de outros estados para o Amazonas. Ele também afirmou que há leitos prontos para atender pacientes e só falta o oxigênio para que possam receber pacientes. 

A taxa de contaminação no Amazonas é de 1,3, o que significa que cada infectado contamina outras 130 pessoas.

O governo decretou toque de recolher no estado das 19h às 6h.

Em atualização

 
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet