Quinta-feira, 3 de dezembro de 2020
informe o texto

Notícias | Legislativo

Ex-assessora de Flávio Bolsonaro admite rachadinha e repasse de valores a Queiroz

RACHADINHA

04/11/2020 - 14:17 | Atualizada em 05/11/2020 - 08:52

Redação

Uma ex-assessora do senador Flávio Bolsonaro confessou em depoimento ao Ministério Público do Rio a existência do esquema de rachadinha no gabinete do filho do presidente Jair Bolsonaro. Luiza Sousa Paes admitiu, em depoimento, que nunca atuou como funcionária de Flávio e que era obrigada a devolver mais de 90% do salário, no período em que foi nomeada no gabinete dele na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). As informações são do jornal  O Globo.

Luiza apresentou extratos bancários que comprovam depósitos e transferências para Fabrício Queiroz, entre 2011 e 2017, que totalizam cerca de R$ 160 mil. O primeiro contracheque, no período em que trabalhou no gabinete de Flávio, tinha um valor bruto de R$ 4.966,45. Já o último, na TV Alerj, de R$ 5.264,44. Em depoimento, ela disse que ficava apenas com R$ 700. Além disso, também tinha como obrigação devolver valores relativos a 13º, férias, vale-alimentação e até o valor recebido pela Receita Federal como restituição do imposto de renda.

Luiza relatou ainda outras pessoas que tinham situação semelhante a dela: as duas filhas mais velhas de Fabrício Queiroz, Nathália e Evelyn, e Sheila Vasconcellos, amiga da família do policial. Os dados financeiros das três, obtidos na investigação, já identificavam que elas tinham devolvido para Queiroz R$ 878,4 mil.

 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet