Quinta-feira, 3 de dezembro de 2020
informe o texto

Notícias | Legislativo

Chico Rodrigues entrega vaga no Conselho de Ética

Defesa do senador alega que o dinheiro encontrado na cueca era "para pagar funcionários"

19/10/2020 - 18:19 | Atualizada em 19/10/2020 - 18:31

Redação

Chico Rodrigues entrega vaga no Conselho de Ética

Senador Chico Rodrigues

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) pediu nesta segunda-feira (19) desligamento do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado, colegiado que recebeu, na sexta-feira (16) representação contra ele, encaminhada pelos partidos Cidadania e Rede Sustentabilidade. Rodrigues era uma dos 15 senadores titulares do Conselho, que ainda conta com 15 suplentes.

Chico Rodrigues foi alvo da Operação Desvid-19, realizada pela Polícia Federal (PF) e a Controladoria-Geral da União (CGU) deflagraram para investigar desvios de cerca de R$ 20 milhões em recursos públicos provenientes de emendas parlamentares. Os recursos eram destinados à Secretaria de Saúde de Roraima para o combate à pandemia de covid-19. Durante as buscas e apreensões em Boa Vista, os agentes encontraram grande volume de dinheiro em espécie em posse do senador.

Logo após a operação, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) pediu dispensa da função de vice-líder do governo Jair Bolsonaro no Senado. Uma edição extra do Diário Oficial da União foi publicada na quinta-feira (15) com o despacho do presidente da República solicitando ao Senado as providências necessárias para que o senador fosse dispensado da função.

Em nota, o parlamentar afirmou que tem “um passado limpo e uma vida decente” e que vai provar que não teve nada a ver com qualquer ato ilícito. 

A defesa do senador alega que o dinheiro encontrado na cueca era "para pagar funcionários".
 

Informe seu email e receba notícias!

Sitevip Internet