Página Inicial   |   Expediente   |   Anuncie   |   Fale Conosco
Busca:  
Sábado, dia 24 de Junho de 2017
Mato Grosso   |   Brasil   |   Mundo   |   Executivo   |   Legislativo   |   Judiciário   |   Geral   |   Cidades   |   Concursos   |   Eventos&Negócios   |   Caldeirão Jurídico   |   Aeroportos   |   Meteorologia   |   Malagueta   |   Vídeos
Sábado, dia 24 de Junho de 2017
Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
EM ALTA
Procura por viagens aéreas dentro do país sobe 2,55% em maio
22/06/17 - 13:47
Por: Ludmilla Souza

Foto de Reprodução

A demanda por viagens aéreas domésticas cresceu pelo terceiro mês consecutivo, com alta de 2,55% em maio ante o mesmo mês do ano passado. Ainda assim, a taxa tem sido progressivamente mais baixa, considerando-se os resultados de 5,90% em março e 3,20% em abril.

Os dados foram divulgados hoje (22) pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) e são referentes às operações das empresas associadas Avianca, Azul, Gol e Latam, que respondem juntas por mais de 99% do mercado doméstico.

Também em maio, a oferta registrou expansão de 3,24%, superior à evolução da demanda, o que levou à piora do fator de aproveitamento, que caiu 0,53 ponto percentual, deixando em 77,92% a taxa de ocupação dos assentos disponíveis no período. É o primeiro recuo da estatística, desde abril do ano passado, o que indica a permanência de instabilidades no mercado,  segundo a Abear. Foram 7,1 milhões de viagens domésticas realizadas no mês, alta de 4,12%.

De acordo com a entidade, na observação dos resultados do mês de maio na série histórica, à exceção de maio de 2016, os números da oferta são os mais baixos desde 2012, enquanto os da demanda, do volume de passageiros e do fator de aproveitamento são os mais baixos desde 2013.

Para a Abear, a base estatística de 2016 tem atipicidades decorrentes das instabilidades do quadro político-econômico, “o que dificulta análises seguras e limita a realização de projeções”. Em comunicado, a entidade informou que somente em março chegou ao fim o ciclo de repetidas retrações da demanda, iniciado em agosto de 2015. “Nos meses de março, abril e maio de 2016 o mercado registrou as piores variações de todo o ano passado.”

De acordo com a Abear, a Gol liderou com 35,28% a participação do mercado doméstico, em maio deste ano. Em seguida, vem a Latam com 32,52%, a Azul com 19,02% e a Avianca com 13,18%.

Voos internacionais

No mercado internacional, o crescimento foi de 11,98% em maio na comparação com o mesmo mês do ano passado. A demanda das associadas da Abear permaneceu em alta pelo oitavo mês seguido. Segundo a associação, ainda que em patamar distinto do mercado doméstico, também nesse caso as taxas de evolução têm sido gradualmente mais baixas ao longo dos últimos três meses.

Em maio, a oferta registrou expansão de 8,90% no mês. Com a demanda avançando mais do que a oferta, o fator de aproveitamento teve melhoria de 2,33 pontos percentuais, situando-se em 84,58% de ocupação dos assentos disponíveis. Somaram 617 mil passageiros transportados nas rotas internacionais pelas companhias aéreas brasileiras, alta de 8,98% sobre o mesmo mês do ano passado.

Os valores de oferta, demanda, volume de passageiros e fator de aproveitamento são os mais elevados para o mês de maio na série histórica. As estatísticas são referentes às operações das empresas Avianca, Azul, Gol e Latam, que respondem por aproximadamente 30% do mercado internacional.

Entre as empresas brasileiras, a Latam liderou com 80% a participação do mercado internacional, em maio desse ano, seguida da Gol, com 9,74%. A Azul participou com 10,18% e Avianca com 0,09%.

Acumulados do ano

No acumulado de janeiro a maio deste ano, a demanda doméstica teve crescimento de 0,90% na comparação com igual período do ano passado. A oferta, por outro lado, apresenta ligeiro recuo de 0,04%. O fator de aproveitamento registra aprimoramento de 0,75 ponto percentual (80,32% de ocupação). O volume de passageiros avançou 0,18%, somando 36,4 milhões de viagens realizadas.

Já no mercado internacional a demanda teve crescimento acumulado de 11,19% no mesmo período. A oferta cresceu menos, 6,20%, levando a uma melhoria de 3,83 pontos percentuais do fator de aproveitamento (85,34% de ocupação). Foram 3,4 milhões os passageiros internacionais transportados nos cinco primeiros meses do ano, o que representa avanço de 10,70% sobre o total de 2016.

Compartilhe! 
Comentários
ATENÇÃO! Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do CALDEIRÃO POLÍTICO. Evite comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, os comentários serão moderados. O CALDEIRÃO POLÍTICO poderá retirar, sem prévia notificação ou aviso, comentários postados que não respeitem estes critérios.
Outras Notícias
INFRAERO
19/06/17 - 14:57 - União estuda privatizar todos os aeroportos da Infraero
HOMENAGEM PÓSTUMA
19/06/17 - 10:33 - Aeroporto de Congonhas agora se chama deputado Freitas Nobre
ALERTA
12/06/17 - 08:40 - Procon alerta sobre fraude em assinaturas de revistas no aeroporto Marechal Rondon
FI-FGTS
09/06/17 - 13:03 - Propina nos ares
CORPOS RETIRADOS
08/06/17 - 11:02 - Corpos de vítimas de acidente aéreo em Mianmar começam a ser recuperados
NACIONAIS E INTERNACIONAIS
COBRANÇA DE BAGAGEM DESPACHADA

Reforma trabalhista deve ser votada na CCJ dia 28 de junho

Ana Amélia questiona ministro Fachin sobre retirada de investigações da alçada do juiz Moro

PF prende 15 policiais rodoviários suspeitos de cobrar propina e favorecer comerciantes

Maioria dos ministros valida delação da JBS e mantém Fachin relator

Juiz torna Riva e Mauro Savi réus em mais uma ação de improbidade

VALTENIR VIROU SACO DE PANCADA

Informatização das unidades de saúde melhora atendimento e gestão da farmácia

 
Início   |   Expediente   |   Envie sua sugestão   |   Fale Conosco
Todos os Direitos Reservados para o Caldeirão Político
Cuiabá - Mato Grosso - Brasil