Página Inicial   |   Expediente   |   Anuncie   |   Fale Conosco
Busca:  
Sábado, dia 24 de Junho de 2017
Mato Grosso   |   Brasil   |   Mundo   |   Executivo   |   Legislativo   |   Judiciário   |   Geral   |   Cidades   |   Concursos   |   Eventos&Negócios   |   Caldeirão Jurídico   |   Aeroportos   |   Meteorologia   |   Malagueta   |   Vídeos
Sábado, dia 24 de Junho de 2017
Nome:
E-mail:
Seu amigo:
E-mail dele:
Assunto:
Comentário:
SAÚDE
Casos de dengue caem 71% em Mato Grosso
15/06/17 - 09:36
Por: Redação

Foto de Reprodução

Levantamento feito pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), no período de 1º de janeiro a 10 de junho de 2017, mostrou que os casos notificados de dengue somaram 7.631 em Mato Grosso. O número representa uma redução de 71%, se comparado ao mesmo período do ano passado, em que foram registrados 26.366 casos.

Até o momento, não houve confirmação de óbitos pela doença, porém há 12 casos em investigação dos municípios de Canarana, Colíder, Cuiabá, Nossa Senhora do Livramento, Rosário Oeste, Sinop (3 casos), Várzea Grande (3 casos) e em Campo Grande (MS), por uma pessoa que teria contraído a doença em Mato Grosso.

A zika continua com a menor incidência no estado. Apenas 1.695 casos foram registrados desde o início de 2017, e a incidência acumulada é de 51 casos por 100 mil habitantes. Isso representa uma redução equivalente a 93% em relação ao mesmo período de 2016, que registrou 24.271 casos. No mês de maio, foram notificados 51 municípios.

Já a febre chikungunya registrou 2.161 casos. Em comparação com o mesmo período no ano passado, que obteve 1.367 casos, houve um aumento de 58%. Até agora, a vigilância epidemiológica notificou casos da doença em 49 municípios.

Considerando a Incidência Acumulada, o estado de Mato Grosso apresenta média incidência de dengue (231/100mil hab.); baixa incidência de Febre de Chikungunya (65/100 mil hab.); e baixa incidência de Febre pelo vírus zika (51/100 mil hab).

Compartilhe! 
Comentários
ATENÇÃO! Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do CALDEIRÃO POLÍTICO. Evite comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, os comentários serão moderados. O CALDEIRÃO POLÍTICO poderá retirar, sem prévia notificação ou aviso, comentários postados que não respeitem estes critérios.
Outras Notícias
LIVRE COMÉRCIO
23/06/17 - 14:37 - Aprosoja defende maior liberdade para definição de preços no frete
CEREAL
21/06/17 - 09:45 - Colheita da 2ª safra de milho ganha ritmo no MT
INVESTIGAÇÕES CONTINUAM
21/06/17 - 08:19 - Gaeco identificou 8 empresas que participaram do esquema da Faespe
OPINIÃO
20/06/17 - 19:34 - Apesar de tantas prisões, eles continuam apostando na impunidade
OPERAÇÃO CONVESCOTE
20/06/17 - 13:38 - Fraudes na FAESPE saquearam AL e TCE, diz Gaeco; TCE nega envolvimento
GRAMPOS
TROCA DE COMANDO
NOMEAÇÕES
CASA DE HORRORES
CUIABÁ
OBRAS VIÁRIAS
ASSEMBLEIA LEGISLATIVA
GREVE DESCARTADA
CEREAL
OPINIÃO

Reforma trabalhista deve ser votada na CCJ dia 28 de junho

Ana Amélia questiona ministro Fachin sobre retirada de investigações da alçada do juiz Moro

PF prende 15 policiais rodoviários suspeitos de cobrar propina e favorecer comerciantes

Maioria dos ministros valida delação da JBS e mantém Fachin relator

Juiz torna Riva e Mauro Savi réus em mais uma ação de improbidade

VALTENIR VIROU SACO DE PANCADA

Informatização das unidades de saúde melhora atendimento e gestão da farmácia

 
Início   |   Expediente   |   Envie sua sugestão   |   Fale Conosco
Todos os Direitos Reservados para o Caldeirão Político
Cuiabá - Mato Grosso - Brasil