Segunda-Feira, 23 de Outubro de 2017

Malagueta

Quinta-Feira, 05 de Outubro de 2017, 17h:03

SENADO FEDERAL

Senadores investigados pelo STF não poderão votar no caso Aécio

Reprodução

Aécio Neves

Parece óbvio que senadores investigados em crimes no Supremo Tribunal Federal tenham uma espécie de ‘conflito de interesses’ em se posicionar na decisão que pode salvar o mandato de Aécio Neves.
O Senado recuou e decidiu por adiar a votação sobre o caso para o dia 17, depois da decisão do STF.
Mas, ainda assim, foi preciso uma ação popular para que pipocasse uma liminar proibindo os investigados de votar.
O juiz federal Eduardo Luiz Rocha Cubas, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região de Formosa (GO), assinou. A medida afeta mais da metade da Casa, 46 senadores.
Mesmo no dia 17 a liminar deverá continuar tendo poder efetivo.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO