Sexta-Feira, 20 de Outubro de 2017

Três deputados de MT que vão votar perdão de dívidas devem R$ 548.826 | Caldeirão Político

Legislativo

Quinta-Feira, 27 de Julho de 2017, 05h:11

EM CAUSA PRÓPRIA

Três deputados de MT que vão votar perdão de dívidas devem R$ 548.826

Redação
Estadão

Deputados e senadores que devem à União R$ 532,9 milhões serão os responsáveis por aprovar o texto do novo Refis – programa de parcelamento de débitos tributários e previdenciários concedido com descontos generosos de juros e multas. O governo enviou uma proposta ao Congresso, em janeiro, com a expectativa de arrecadar R$ 13,3 bilhões este ano, mas a medida foi alterada pelos parlamentares, derrubando a arrecadação para R$ 420 milhões. A nova versão pretende perdoar 73% da dívida a ser negociada. A informação é de Eduardo Rodrigues e Lorenna Rodrigues, do jornal O Estado de S.Paulo.

O valor inclui dívidas inscritas nos CPFs dos parlamentares, débitos nos quais eles são corresponsáveis ou fiadores e o endividamento de empresas das quais são sócios ou diretores.

Os R$ 532,9 milhões em dívida dos parlamentares consideram apenas as dívidas em aberto, ou seja, o endividamento classificado como “irregular” pela PGFN. Isso porque deputados e senadores já foram beneficiados por parcelamentos passados. O total de débitos ligados a deputados e senadores inscritos em Refis anteriores – ou seja, que estão sendo pagos e se encontram em situação “regular” – é de R$ 299 milhões.

Dentre os devedores, três deputados de Mato Grosso devem, juntos, R$ 548.826,00. São eles:

Carlos Bezerra (PMDB-MT) R$ 480.485,00

Fabio Garcia (PSB-MT) R$ 52.289,00

Ezequiel Fonseca (PP-MT) 16.052,00

Para ler a reportagem completa, CLIQUE AQUI

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO