Domingo, 18 de Novembro de 2018

Mato Grosso
Sexta-Feira, 25 de Maio de 2018, 07h:43

OPERAÇÃO BERERÉ

STJ nega liminar e Savi continua preso; mérito ainda será julgado

A defesa do deputado estadual Mauro Savi (DEM) pediu a anulação de toda a investigação

Redação

Reprodução

A ministra do Superior Tribunal de Justiça, Maria Thereza de Assis Moura, negou na última quinta-feira (24) uma liminar em habeas corpus no qual a defesa do deputado estadual Mauro Savi (DEM) pedia a suspensão inquérito da Operação Bereré.

Além da suspensão do inquérito no pedido liminar, no mértio o advogado Paulo Fabrinny Medeiros requereu a anulaçao de toda a investigação. O mérito ainda será julgado peo STJ.

Também na quinta-feira Mauro Savi sofreu outra derrota no Tribunal de Justiça de Mato Grosso, quando a maioria dos desembargadores votou pela manutenção da prisão preventiva. Um pedido de vistas do desembargador Marcos Machado adiou a conclusão do julgamento. 

O deputado foi preso no dia 9 de maio pelo Gaeco. Ele é apontado pelo MPE como líder da Orcrim que desviou dinheiro do Detran-MT por meio de esquema que movimentou cerca de R$ 30 milhões.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO