Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017

Mato Grosso
Terça-Feira, 29 de Agosto de 2017, 09h:08

PROPINEIROS

Quanto custa cada deputado corrupto em MT

Cícero Henrique

Imagem do site RDNews

Deputados que receberam propina

Diante do lamaçal de sujeira e corrupção envolvendo a maioria dos deputados estaduais de Mato Grosso, inclusive a mesa diretora, que provou ser corrupta, deixou a população indignada.

Estes deputados mostrraram que não têm nenhuma indignação, que não tiveram berço e não poderão dar bons exemplos para seus filhos.

A vergonha tomou conta dos seus lares e amigos (se é que eles têm vergonha).

Os deputados estaduais são os representantes do povo nas Assembleias Legidlativas e, por isso, responsáveis pelas leis que regem o funcionamento das unidades federativas no Brasil. Geralmente, os deputados estaduais recebem menos visibilidade do que outros cargos parlamentares, mas não ficam atrás no que se refere a benefícios: somando-se ao salário diversos auxílios e bonificações, este parlamentar muitas vezes chega a ganhar mais do que um deputado federal. 

Quer entender melhor estes benefícios e saber quanto ganha um deputado estadual?.

QUANTO É O SALÁRIO DE UM DEPUTADO ESTADUAL?

De acordo com o artigo 27 Constituição Federal, os deputados estaduais recebem o equivalente a 75% do salário dos deputados federais. Os 24 deputados estaduais de Mato Grosso recebem um salário bruto de R$ 25.322, que somado à Verba Indenizatória (VI) de R$ 65.000, cada um tem à disposição a vultosa quantia de R$ 90.322 por mês para participar de cinco sessões semanais.

Há ainda a Verba de Gabinete no valor de R$ 68.000, destinada à contratação de assessores diretamente pela Casa, que acrescida ao valor do salário e VI quase chega a R$ 160.000.

Mensalmente, os gastos de todos os parlamentares podem superar os R$ 3 milhões, enquanto anualmente este número alcança cerca de R$ 50 milhões. Segundo pesquisa da organização Transparência Brasil (2015), a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) é a que mais desembolsa recursos com VI dentre todas as Casas de Leis estaduais do país.

Não está contabilizado nessa conta, os esquemas por fora como venda de emendas e até mesmo venda de votos dos deputados os projetos de interesse do executivo, como bem mostrou a reportagem da TV Globo. Onde os deputados recebiam mensalinho para fazer vista grossa diante dos problemas que aflingem a população.

Esses deputados se venderam para deixar a população ainda mais na merda no que diz respeito as serviços essenciais, como saúde, educação e transporte, no caso o VLT e Arena Pantanal.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO