Segunda-Feira, 17 de Junho de 2019

Mato Grosso
Segunda-Feira, 29 de Abril de 2019, 07h:57

DEDO NA FERIDA

Prefeito vive em outro mundo cercado de puxa-sacos, diz vereador

Os puxa-sacos estão puxando o prefeito de Cuiabá para trás, diz vereador Diego Guimarães

Cícero Henrique

Cícero Henrique/Caldeirão Político

O vereador Diego Guimarães (PP) não chega a ser uma voz que clama no deserto na Câmara Municipal de Cuiabá. Em uma casa onde predomina a base do executivo, acomodada junto ao Palácio Alencastro, Diego é um dos mais críticos ao prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB).

Diego Guimarães, advogado e professor, em entrevista para o Caldeirão Político, falou sobre a gestão municipal, eleições 2020 e não poupou críticas ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) que, segundo sua avaliação, vive numa Cuiabá imaginária, distante da realidade enfrentada pela população.

"O prefeito Emanuel Pinheiro é que fecha as portas para o diálogo para o melhor de Cuiabá. Ele vive numa ilha, num castelo cercado de puxa-sacos, que infelizmente está ruindo por culpa dele, não soube ouvir as pessoas aptas e preparadas. Os puxa-sacos estão puxando ele para trás. O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro vive num mar de rosas que não é o mar de rosas que a população vive". 

Para Diego Guimarães o prefeito só está indo bem no Instagram dele. "Tudo está ruim na gestão municipal, mas Governo é superação diária. Consegue-se superar as dificuldades trabalhando. O prefeito fica olhando demais para o retrovisor e batendo o tempo todo. Tem de olhar para a frente". 

Diego avalia que o grande problema talvez seja do prefeito, que tem de se organizar, definir prioridade. Em sua gestão, não há referência em nenhuma pasta.

"Nesse Governo, não vemos qualquer coisa planejada. Não sei se o Emanuel Pinheiro vai aprender a governar governando".

O prefeito Emanuel Pinheiro é que fecha as portas para o diálogo para o melhor de Cuiabá

Segundo o vereador, a gestão tomou rumos que a população não esperava e Emanuel Pinheiro não estava preparado para ser prefeito."Ele é surdo para ouvir críticas, ele só escuta os elogios. Temos apontado diversos erros, equívocos na saúde, educação e no transporte, ele tem que deixar de fazer da prefeitura um palanque eleitoral, alertamos para a necessidade para colocar pessoas competentes em cargos estratégicos. O que falta na prefeitura é pessoas corretas nos cargos. Hoje na prefeitura tem pessoas erradas em alguns cargos. O prefeito está cercado de uma corja de puxa-sacos e ele gosta disso".

"Quando a gente aponta críticas é por que queremos o melhor para Cuiabá e para ele também, queremos que a UPA do Pascoal Ramos funcione, que o Pronto Socorro funcione, que os Postos de saúde funcionem plenamente, que não falte mais insumos. Os alertas foram dados pela imprensa, pelos vereadores e deputados. O prefeito não gosta de criticas, o ouvido do prefeito é tapado e ele vê de forma pejorativa as críticas".

"O prefeito Emanuel Pinheiro é que fecha as portas para o diálogo para o melhor de Cuiabá. Ele vive numa ilha, num castelo cercado de puxa-sacos, que infelizmente está ruindo por culpa dele, não soube ouvir as pessoas aptas e preparadas. Os puxa-sacos estão puxando ele para trás. O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro vive num mar de rosas".

O vereador criticou a abertura da CPI da Santa Casa e lembra que a Câmara já teve a CPI dos Filantrópicos que não apresentou nada para melhoria de Cuiabá. "A CPI da Santa Casa é desnecessária. A situação crítica da saúde, especialmente da Santa Casa, é culpa do prefeito Emanuel Pinheiro que reteve 12 milhões de reais da bancada federal".

A gestão do prefeito Emanuel Pinheiro na saúde é o maior desastre para Cuiabá, segundo Diego. "Ele colocou na cabeça a ideia obcecada de que o novo Pronto Socorro seria a solução. Ele abandonou a saúde básica, a UPA do Verdão, as UBS, abandonou a Santa Casa". 

"Hoje a rede pública municipal de Saúde é uma infelicidade, não tem maternidade, não tem posto de saúde funcionando, faltam médicos especialistas".

Com relação ao provimento de cargos e concursos, a saúde de Cuiabá foi usada nas eleições de 2018 para acomodar os simpatizantes, isso foi provado na CPI da Saúde, afirma o vereador. "Agora ele é obrigado fazer o concurso porque a Justiça determinou".

Cícero Henrique/Caldeirão Político

Vereador Diego

Vereador por Cuiabá Diego Guimarães

Diego ressalta que o prefeito alega que as denúncias apresentadas pela oposição são fake news. "Gostaria de conhecer a Cuiabá em que ele vive.  Ele tem que cuidar da gestão, ele tem que trabalhar, parar de pintar o meio fio, trocar lâmpadas, pintou o museu da caixa d'água e cortou a grama e está inaugurando, Emanuel Pinheiro não tem obra substancial para Cuiabá nesses dois anos e meio. Isso é o básico que o prefeito tem obrigação de fazer. Não se preocupar com a oposição. O Papel da oposição é apontar os erros". Segundo o vereador, é o estilo populista dele para dizer que é um grande prefeito.

A saúde de Cuiabá foi usada nas eleições de 2018 para acomodar os simpatizantes, isso foi provado na CPI da Saúde

Com relação à denúncia de não cumprimento da carga horária por parte dos médicos do Centro de Especialidades Médicas (CEM), Diego Guimarães aponta a necessidade de instalar ponto eletrônico, que terá um efeito considerável na vida do cidadão. O vereador defende ainda a criação de instrumento para rastreabilidade dos medicamentos". Além disso, ele tem que captar recursos, fazer economicidade para realizar obras importantes que Cuiabá precisa, alerta.

"Em vez de falar mal da oposição, porque ele não fala mal dos empresários de transporte coletivo da capital, que prestam péssimos serviços para a população? O prefeito não vive em Cuiabá".

"O prefeito precisa trabalhar, quando ele fala mal da oposição ele está gastando saliva a toa". "Todos os projetos do prefeito que chegam na Casa são impensados, sem estudos com o devido zelo. As medidas são questionadas e ele muda. O Governo Municipal fica fazendo colchas de retalhos".

Eleições 2020

"A minha prioridade como político é de inovar o partido, que precisa reavaliar o projeto de 2020", diz Diego, que defende a discussão de projetos para Cuiabá e afirma que ainda é cedo para discutir nomes para disputar a prefeitura. "Caso venha a ser convocado pela união dos partidos, não recusarei".

- Sou político, tenho coragem [de ser candidato]. Tenho minha história em Cuiabá. Minha atuação na Câmara Municipal de Cuiabá é fundamental para fazer melhorias para a população, vou dar minha visão administrativa sobre Cuiabá e sobre o atual prefeito. Não tenho dúvida de que temos time e gente. Mas a minha prioridade é trabalhar idéias e projetos que visa melhorar a vida do cidadão cuiabano. Muitos novos líderes estão surgindo, com ideias novas, coragem, disposição e garra, além de requisitos básicos como honestidade. Eles podem ser testados, não podemos viver somente do passado, conclui o vereador. 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO