Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017

Legislativo

Segunda-Feira, 28 de Agosto de 2017, 15h:01

DELAÇÃO DE SILVAL BARBOSA

Deputados estão sem moral para votar PEC do Teto de Gastos

Cícero Henrique

Marcos Lopes/ALMT

Depois que quase todos os deputados estaduais foram citados por recebimento de propina em Mato Grosso, como terão credibilidade para votar a PEC do Teto de Gastos? Na iminência de uma operação policial na ALMT, a tendência é que as sessões não tenham quórum.

A PEC que limita os gastos públicos no Estado de Mato Grosso, de autoria do poder Executivo, chegou ao legislativo há cinco dias.

O Regime de Recuperação Fiscal (RRF) deve vigorar por dez anos, a contar de 2018, e atinge todos os Poderes, incluindo Tribunal de Contas, Ministério Público e Defensoria Pública.

Com a aprovação da PEC, Mato Grosso poderá aderir ao Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal, proposto pela União, e que prevê o alongamento de prazo para o pagamento de dívidas públicas, medida que alivia as contas do poder público e garante novos investimentos no estado e nos municípios.

Com que moral os senhores parlamentares vão votar regras rígidas para a concessão da RGA para os servidores? 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO